Procure no Apolo11
Quarta-feira, 31 ago 2005 - 09h07

Autoridades temem 'centenas de mortes' nos EUA

Autoridades dos três Estados mais atingidos – Louisiana, Mississipi e Alabama – temem que centenas tenham morrido na tempestade.

À medida que avançam os trabalhos de resgate, ficam mais claros os danos sofridos pela costa do Golfo do México.

"A devastação é maior do que os nossos piores temores", disse a governadora de Louisiana, Kathleen Blanco, durante uma entrevista coletiva.

Estima-se que cinco milhões de pessoas, ou 80% da população das regiões afetadas, estejam sem eletricidade. Algumas comunidades estão completamente isoladas.

Continua após a publicidade



Nova Orleans
Mesmo sem ter sido diretamente atingida pelo furacão, Nova Orleans concentra as atenções da mídia americana por causa das inundações, trazidas pelas chuvas provocadas pelo Katrina. Segundo o prefeito Ray Nagin, 80% da cidade, que fica abaixo do nível do mar, está coberta de água.

Dezenas de helicópteros militares e civis fazem resgates casa por casa em Nova Orleans, socorrendo pessoas que desde segunda-feira subiram nos telhados de suas casas para se refugiar da água, que subiu em questão de minutos, segundo relatos de afetados.

O nível da água continua subindo devido à ruptura do sistema de diques que protegia a cidade, que é atravessada pelo rio Mississippi e rodeada de lagos e pântanos.

O Corpo de Engenheiros do Exército anunciou o envio de uma equipe para consertar os diques danificados que estão deixando passar a água do lago Ponchatrain, localizado no norte da cidade.

O viaduto da principal estrada que passa por cima do lago e liga Nova Orleans ao resto do Estado está totalmente destruído e algumas partes da construção estão completamente submersas.

Saques foram registrados na Avenida Canal, rua comercial no centro da cidade, e a polícia reconhece que está tendo dificuldade para gerenciar a situação e ao mesmo tempo socorrer milhares de pessoas.

Mais de 500 mil pessoas acataram à ordem de evacuação da cidade e cerca de 20 mil se refugiaram em abrigos oficiais, entre eles o Super Dome, principal estádio esportivo da cidade.

Entre os que se abrigaram no estádio, estão duas turistas brasileiras, como informa a correspondente da BBC Brasil em Washington, Denize Bacoccina.

As autoridades temem o surgimento de surtos epidêmicos, o que complicaria ainda mais a situação.


Mississippi e Alabama
Nova Orleans concentrou o interesse da mídia pela importância turística como centro do jazz americana e econômica, como grande porto mundial. Toda a costa do golfo é uma importante região de produção e refinamento de petróleo.

Cidades como Biloxi, no Missisippi, e Mobile, no Alabama, sofreram o impacto direto do Katrina, que as atingiu com ventos de mais de 200 km/h.

Diante da destruição, o temor geral é que a cifra oficial de 70 mortos seja uma subestimativa. Um porta-voz da prefeitura de Biloxi disse que as próprias autoridades temem que haja centenas de mortos em zonas da cidade isoladas pela inundação e a destruição do furacão.

A Guarda Nacional de cada Estado participa das operações de resgate, embora tenha a sua capacidade comprometida pelo envio de soldados ao Iraque – medida na época criticada por muitos.

A instituição, cuja função é tratar da segurança interna, assegura, no entanto, que tem pessoal e equipamentos suficientes para a emergência criada pelo Katrina.

Ainda assim, espera-se que o Pentágono (Departamento de Defesa dos Estados Unidos) anuncie uma operação especial para ajudar nos trabalhos de resgate e manutenção da ordem pública.

A gravidade da situação obrigou o presidente George W. Bush a abreviar as suas férias no Texas para voltar nesta quarta-feira para Washington, segundo informações da Casa Branca.

Foto: Vista aérea de Nova Orleans, na Louisiana, inundada depois da passagem do Katrina.

Veja abaixo como se forma um furacão

Satélite ao vivo
Acompanhe as imagens atualizadas da região do golfo do México vistas através do satélite geoestacionário GOES-12.
Clique aqui !

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2024

"Uma questão nunca está terminada enquanto não está bem terminada" - Rudyard Kipling -