Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Terça-feira, 29 out 2019 - 12h34
Por Rogério de Souza leite

Avião militar ultra secreto retorna à Terra após 780 dias no espaço

Uma aeronave pertencente ao Pentágono finalmente retornou à Terra depois de orbitar o planeta por mais de dois anos. A nave estava em operação militar e até agora ninguém sabe exatamente qual era o objetivo da missão.

Avião espacial militar X-37b na pista do Kennedy Space Center, na Flórida. A aeronave permaneceu 780m dias no espaço e foi lançada em em 7 de setembro de 2017.
Avião espacial militar X-37b na pista do Kennedy Space Center, na Flórida. A aeronave permaneceu 780m dias no espaço e foi lançada em em 7 de setembro de 2017.

Batizado de X-37B, o avião espacial pousou no dia 27 de outubro na base do Kennedy Space Center, na Flórida, na mesma pista anteriormente usada pelos ônibus espaciais. A nave foi lançada com auxílio de um foguete Falcon 9, da empresa SpaceX, em 7 de setembro de 2017 e se manteve no espaço por 780 dias.

A Força Aérea dos EUA se limitou a um lacônico comunicado à imprensa e divulgou apenas algumas fotografias do misterioso veículo.

No comunicado, o tenente-coronel Jonathan Keen informou que a espaçonave é um componente essencial para os planos dos EUA e que a missão demonstrou o compromisso em realizar experimentos para a futura exploração espacial."

O que são os X-37B
Ao que se sabe, as naves X-37B fazem parte de um programa de teste experimental, que tem o objetivo de demonstrar tecnologias para uma plataforma de teste espacial confiável, reutilizável e não tripulada. No total foram construídas duas unidades pela Boeing e diversos voos já foram realizados, sendo este último o mais longo de todos.

Os X-37B medem 8,8 metros de comprimento e 4.6 metros de envergadura e se parecem muito com uma miniatura dos famosos ônibus espaciais, que foram lançados entre 1981 e 2011. São aviões espaciais robóticos e reutilizáveis, alimentados por painéis solares e baterias de íons de lítio.

De acordo com Heather Wilson, ex-secretária da Força Aérea dos EUA, diferentemente dos satélites convencionais, os aviões X-37B conseguem mudar a inclinação da orbita, o que significa que os adversários podem não prever a posição onde se encontra a aeronave.

Informações não confirmadas, mas publicadas por sites especializados, dão conta que um dos X-37B seguiu de perto a antiga estão espacial chinesa Tiangong-1, sugerindo que poderia ter sido utilizada para vigilância espacial a partir do espaço.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ningém que não entenda." - Cecília Meireles