Segunda-feira, 15 set 2008 - 09h30

China: contagem regressiva para primeira caminhada espacial

A República Popular da China está prestes a dar um novo e ambicioso passo rumo à conquista do espaço ao anunciar para o final deste mês de setembro (2008) sua primeira caminhada espacial. A missão, batizada de Shenzhou 7, deverá partir no próximo dia 25 de setembro, mas segundo a agência espacial Chinesa, CNSA, o evento pode ocorrer em qualquer data entre o final das para-olimpíadas, no dia 17 e o Dia Nacional da China, em 1 de outubro.

cápsula Shenzhou 7

Se tudo correr bem, Shenzhou 7 será a primeira missão chinesa composta de 3 tripulantes e a primeira do país a realizar um passeio espacial. O lançamento será feito através de um foguete Longa Marcha 2F, a partir do Centro de Lançamento Satélites de Jiuquan, no deserto de Gobi.

Um total de seis taiconautas (astronautas chineses) foram preparados. Três deles farão parte da missão enquanto os outros três permanecerão na reserva. A tripulação titular ainda não foi definida, mas os nomes mais cotados são os de Yang Liwei, Nie Haisheng e Fei Junlong.

De acordo com a CNSA, o traje que será empregado na atividade extraveicular foi projetado para ser usado por até 7 horas consecutivas e foi construído com materiais sintéticos avançados, capazes de resistir ao fogo e à radiação. Jornais chineses dizem que o traje pode conter algum tipo de propulsão, mas especialistas ocidentais não acreditam que os chineses já tenham desenvolvido esse tipo de equipamento.


Atividade Extraveicular
A primeira atividade extraveicular (EVA) chinesa terá início após 5 órbitas ao redor da Terra. Dois taiconautas entrarão no módulo orbital vestindo os trajes espaciais, mas apenas um deles, provavelmente Fei Junlong, conduzirá os experimentos científicos no espaço. O segundo taiconauta terá como responsabilidade monitorar todos os eventos a partir do módulo orbital e prestar auxílio em caso de emergência. O terceiro taiconauta permanecerá no módulo de retorno até o final da atividade, que deve durar 1 hora.

Entre os experimentos programados está o lançamento manual de um pequeno satélite de monitoramento, dotado de uma câmera estereográfica similar à da sonda lunar chinesa Chang'e 1, que fará imagens dos módulos e dos taiconautas.

Para os trabalhos externos os painéis solares da Shenzhou serão removidos.


Dados orbitais
Poucas informações orbitais estão disponíveis. Nem mesmo a altitude nominal da nave foi divulgada pelo governo chinês, mas considerando-se a capacidade do foguete e a latitude da base de lançamento de 40.9577 graus norte, conclui-se que a órbita será altamente inclinada com altitude não superior a 320 km. À medida que o lançamento se aproxima novas informações serão divulgadas, inclusive dos elementos orbitais para rastreio.

Fotos: No topo, Cápsula chinesa Shenzhou 7, durante preparativos antes do vôo. Crédito: Wikimedia Commons. Acima, aplicativo SatMaps mostra o local da base de lançamento no Deserto de Gobi, na China.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Dizer a verdade é tão difícil quanto ocultá-la" - Baltasar Gracin