Quarta-feira, 18 out 2006 - 20h13

Cientistas afirmam que risco de degelo foi superestimado

Contrariando a maioria dos pesquisadores, uma equipe de cientistas chineses afirma que apesar do real derretimento das geleiras do himalaia, o fenômeno não está ocorrendo tão rápido quanto se acreditava.

Nos anos 80, após a descoberta de fenômenos como o aquecimento global e o efeito estufa, diversos especialistas em meio ambiente afirmaram que as regiões geladas como os pólos e o Himalaia seriam as primeiras áreas afetadas pela elevação das temperaturas no planeta.

Muitos chegaram a prever que o gelo da cordilheira, onde estão as mais altas montanhas da Terra, derreteriam no máximo em 50 anos, e que até 2020 já não existiriam mais.

Um dos cientistas, Zhang Wenjing, disse que as previsões foram "excessivamente pessimistas" e que "até o momento as geleiras no centro e leste do Himalaia não sofreram degelos em escala significativa".

Zhang observou que as inundações dos lagos nas regiões próximas ao Himalaia não aconteceram, conforme as previsões anteriores. O estudioso acredita que as grandes massas de gelo "não derreterão nas próximas décadas, nem mesmo em séculos".

Ainda segundo Zhang, a temperatura da Terra não aumentará indefinidamente, e em questão de séculos baixará de novo, seguindo os ciclos naturais.

Zhang acrescentou que num planeta onde as temperaturas estão mudando constantemente, as geleiras poderão se ajustar e atenuar naturalmente os efeitos do aquecimento global. A China tem 47 mil geleiras, que ocupam uma área total de 59 mil quilômetros quadrados.

A equipe de Zhang é formada por 12 cientistas chineses e está no Tibet desde o dia 16 e será a primeira a estudar todo o Himalaia, graças à colaboração de oaíses vizinhos. A pesquisa se concentra nas mudanças geológicas e do ecossistema na região, mas também deverá estudar o desenvolvimento econômico das zonas montanhosas.

Em 2002, um relatório da ONU alertou para a possibilidade de que 44 lagos do Himalaia transbordassem como conseqüência do aquecimento climático global, com grande perigo para os habitantes do Tibet, fato que não aconteceu.

Foto: A cordilheira do Himalaia abriga as maiores montanhas da Terra, como Monte Everest, com 8844 km de altitude.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy