Sexta-feira, 27 abr 2012 - 09h19

Cientistas colocam em xeque teorias sobre Matéria Escura

De acordo com as teorias atuais, a vizinhança do Sol deveria estar repleta da chamada matéria escura, uma matéria invisível e misteriosa que só pode ser detectada pela força gravitacional que exerce. No entanto, um novo estudo mostra que isso não acontece e as teorias não explicam os dados observados.

matéria escura ao redor da via láctea
Clique para ampliar

Com o objetivo de entender melhor essa misteriosa "substância", uma equipe de astrônomos da Universidade de Concepción, no Chile, realizou o mais preciso estudo já feito sobre os movimentos de estrelas na Via Láctea. Para isso os pesquisadores utilizaram o telescópio de 2.2 metros instalado no Observatório de La Silla, nos Andes Chilenos e junto a outros telescópios mapearam o movimento de mais de 400 estrelas localizadas até 13 mil anos-luz do Sol.

Após uma série de novas observações, a equipe calculou toda a massa de matéria na vizinhança do Sol, contida em um volume de espaço quatro vezes maior do que estudado nos levantamentos anteriores. Os resultados mostraram que não havia espaço para a Matéria Escura que deveria estar lá.

"A quantidade de massa que calculamos coincide muito bem com o que observamos - estrelas, poeira e gás - na região em torno do Sol", disse o astrofísico Christian Moni Bidin, líder do estudo junto ao Departamento de Astronomia da Universidade de Concepción. "No entanto, isso não deixa lugar para matéria adicional - a matéria escura - que esperávamos encontrar. Os nossos cálculos mostram que a matéria escura deveria ter aparecido muito claramente nas medições, mas ela não está lá!".


Matéria Escura
A Matéria Escura é uma "substância" misteriosa que não pode ser vista diretamente, mas que pode ser detectada pelo efeito gravitacional que exerce na matéria "comum" à sua volta e foi originalmente sugerida para explicar por que é que as zonas periféricas das galáxias, inclusive a Via Láctea, giram tão rapidamente.

Atualmente, a existência dessa substância é parte integrante das teorias que explicam como as galáxias se formam e evoluem e também é um desafio para os pesquisadores. Até agora, todas as tentativas de detecção da matéria escura em laboratórios na Terra falharam, o que torna seu estudo realmente apaixonante.

As teorias atuais sugerem que a Matéria Escura representa cerca de 80% da massa do Universo e apesar da teórica abundância, continua a resistir a todas as tentativas de elucidação de sua natureza, a qual permanece obscura.


Estudos
Ao medir com precisão os movimentos de centenas de estrelas, particularmente daquelas fora da Via Láctea, a equipe de Bidin calculou a massa presente responsável por esses movimentos, resultado da atração gravitacional mútua de toda a matéria existente, seja normal, por exemplo, estrelas, poeiras, etc., seja Matéria Escura.

Os modelos existentes, usados para explicar como é que as galáxias se formam e giram sugerem que a Via Láctea esteja rodeada por uma espécie de halo de Matéria Escura. Apesar de não prever com exatidão como é o formato desse halo, os modelos preveem encontrar quantidades significativas desse material na região em torno do Sol. No entanto, apenas algumas formas bastante incomuns do halo - tais como uma forma extremamente alongada - poderiam explicar a falta da matéria descoberta pelo novo estudo.

Como se não bastasse, os novos resultados também demonstram que as tentativas de detectar diretamente a Matéria Escura na Terra por meio das raras interações com as partículas de matéria "normal" terão poucas probabilidades de sucesso.

"Apesar dos novos resultados, a Via Láctea gira muito mais rapidamente do que pode ser justificado somente pela presença da matéria comum", disse Bidin. "Se a matéria escura não está onde se esperava, temos que procurar uma nova solução para o problema da massa que está faltando, já que nossos resultados contradizem os modelos atualmente aceitos".

Após os trabalhos de Moni Bidin, o enigma da matéria escura tornou-se ainda mais misterioso. E muito mais interessante!



Arte: Concepção artística mostra a hipotética distribuição de Matéria Escura ao redor da Via Láctea. Crédito: Eso, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax