Quinta-feira, 26 jan 2006 - 07h01

Cientistas descobrem novo planeta parecido com a Terra

Uma equipe, formada por cientistas de diversos países anunciou nesta quarta-feira descoberta de um planeta a cerca de 20 mil de anos-luz da Terra.

Um ano-luz é a distância que a luz leva para percorre em um ano, 10 trilhões de quilômetros, aproximadamente

Batizado deOGLE-2005-BLG-390Lb, o planeta se localiza perto do centro da Via-Láctea, na constelação de Sagitário e de acordo dcom cientistas da Universidade de St.Andrews, na Escócia, o novo planeta tem uma atmosfera parecida com a da Terra, embora seja muito frio.

A descoberta é o resultado de um projeto internacional em que participam 73 cientistas de 12 países.

De acordo com o professor Keith Horne, da Universidade de St. Andrews, o próximo objetivo da equipe é descobrir se há mais planetas habitáveis, similares à terra.

Orbitando uma estrela cinco vezes menor que o Sol, OGLE-2005-BLG-390Lb tem uma massa aproximadamente cinco vezes maior que nosso planeta. Os estudos indicam a atmosfera seja parecida com a nossa e que sua superfície seja rochosa e esteja debaixo de oceanos congelados.

"Ainda não encontramos um verdadeiro análogo à Terra, mas pelo menos sabemos que planetas pequenos existem e que são mais quentes ou mais frios que a Terra", explicou o professor Martin Dominik, também da Universidade de St. Andrew.


Microlente Gravitacional
Para se localizar o novo planeta, a equipe da Universidade de St.Andrews utilizou uma tecnologia conhecida como "microlente gravitacional", um método que utiliza o fundo estelar para criar uma espécie de lente de aumento para ajudar a detectar estrelasdistantes e seus planetas.

Esse método usa uma rede de telescópios para detectar mudanças na luz emitida pelas estrelas distantes. Quando outra estrela passa entre a observada e a Terra, a gravidade da estrela que age como lente amplia a luz que chega do objeto mais distante.

Essa espécie de "assinatura luminosa" (gráfico acima) foi observada pela primeira vez em 11 de julho por um arranjo de telescópios do projeto Ogle (Experimento com Lentes Óticas Gravitacionais).

O trabalho, publicado nesta edição da revista Nature, também explica que quando um planeta está orbitando uma estrela mais próxima, a gravidade do planeta pode também deixar sua marca na luz.

Outro planeta muito parecido com a Terra e descoberto por este método é conhecido como "GJ 876" e tem 7.5 vezes a massa da Terra e está mais perto, mas de acordo com especialistas é muito quente para a vida.


  • Notícias em Destaque
  • Sonda Stardust
  • Exploração a Saturno
  • Exploração a Marte
  • Exploração Plutão
  • Exploração a Júpiter
  • Sobre o telescópio Hubble
  • Meio Ambiente
  • Meio Ambiente
  • Mudanças Climáticas
  • Tecnologia Espacial
  • Brasil no Espaco

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Ler é entrar num continente que já foi percorrido por uma quantidade de pessoas antes, mas que continua virgem, de uma certa maneira" - José Saramago