Quinta-feira, 2 set 2010 - 09h13

Clima feroz: Seis tempestades em atividade no hemisfério norte

Há duas semanas, as condições climáticas acima do equador eram bem tranquilas, sem qualquer tormenta ameaçadora. Agora tudo mudou e o mar de tranquilidade deu lugar a nada menos que seis tempestades ciclônicas em atividade, sinal de que a temporada de furacões chegou de verdade.

Imagem de satélite furacão Earl
Clique para ampliar

Das seis tormentas, metade está agindo no oceano Atlântico norte e ameaçam diretamente a região caribenha e costa leste dos EUA. As outras três avançam pelo sudeste asiático, ameaçando o sudeste asiático e causando fortes temporais especialmente na China e Coréia do Sul.

Em Xangai, na China, o tufão Kompasu atingiu a costa do país durante a madrugada e provocou fortes temporais na região litorânea. As autoridades suspenderam as aulas em todo o leste do país. Também está mantida a evacuação das plataformas de extração de petróleo e os navios receberam ordens de se manterem ancorados até a passagem do tufão.

Kompasu agora ruma em direção ao Japão, onde deverá chegar amanhã, sexta-feira, mas deverá atingir o arquipélago nipônico já enfraquecido, com ventos inferiores a 65 km/h.


Depressão 10
Bem mais ameaçadora, a depressão tropical 10 vem ganhando força no Pacífico Ocidental e deverá se transformar em tufão nas próximas 24 horas. A tormenta segue em direção ao mar do leste da China e de acordo com os dados de storm tracking, cruzará o arquipélago das ilhas Ryukyu entre sexta-feira e sábado, produzindo chuvas torrenciais que poderão atingir a ilha de Okinawa. Em seguida o tufão penetra no Mar Amarelo e avança em direção a Seul, na Coréia do Sul, já com status de furacão categoria 2 na escala Saffir-Simpson, com ventos superiores a 165 km/h.


LionRock
Ainda no Pacífico, o tufão Lionrock perdeu força nesta manhã ao tocar o continente chinês próximo a Hong Kong. Neste momento a tempestade apresenta ventos de 60 km/h e deverá se enfraquecer ainda mais, à medida que se desloca sobre o continente. Até sexta-feira a tempestade deverá ter se dissipado.


Earl
Do outro lado da Terra as atenções estão voltadas nesse momento para o poderoso furacão Earl, que mantêm a costa leste dos EUA em estado de alerta. Earl é um poderoso furacão de categoria 4 e seus ventos sustentados atingem nesse momento 225 km/h.

Previsão do furacão Earl

Segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA, NHC, Earl causará chuvas torrenciais em toda a costa leste, especialmente na faixa localizada entre a Carolina do Norte à Nova Inglaterra. De acordo com a FEMA, a Defesa Civil americana, cerca de 1.8 milhão de pessoas poderão ser afetadas apenas na Carolina do Norte.

Acima das Carolina do Norte, entre sexta-feira e sábado Earl deverá provocar pesadas chuvas nos Estados da Virgínia, Washington DC, Maryland, Nova Jersey e Nova York. No domingo Earl atinge o Maine, no extremo nordeste do país e invade o Canadá no início da segunda-feira.

De acordo com o boletim 32 do NHC, as 07h00 Earl se localizava sobre as coordenadas 29.3 N e 74.7 W, aproximadamente a 660 km ao sul do Cabo Hatteras, na Carolina do Norte. O furacão se desloca em sentido norte-noroeste a 30 km/h e deverá manter essa dinâmica pelas próximas 24 horas. A pressão barométrica no centro da tormenta é de 928 hPa e os ventos chegam a 230 km/h. Segundo o NHC. a intensidade dos ventos deve aumentar nas próximas horas e transformar Earl no primeiro furacão categoria 5 da temporada.


Fiona
A tempestade tropical Fiona não apresenta riscos. Se localiza em mar aberto a 475 km ao norte de Porto de Rico e seus ventos atingem 85 km/h. Fiona se desloca em sentido oeste-noroeste e nas próximas horas deverá mudar o curso, passando a se deslocar em sentido nordeste, afastando ainda mais o sistema das áreas continentais.


Gaston
Além de Earl, outro sistema que deverá chamar a atenção nos próximos dias é a tempestade tropical Gaston. Neste momento (quinta-feira, 08h40) a tormenta se localiza a 2495 km a leste das Pequenas Antilhas e seus ventos não ultrapassam 65 km/h. No entanto, a tempestade deverá ganhar força e se transformar em furacão entre sábado e domingo, ao mesmo tempo que avança em direção ao Caribe.

Previsão do furacão Gaston

Dados de storm tracking mostram que na próxima semana Gaston poderá causar intensos temporais em Porto Rico, República Dominicana e Haiti.



Artes: no topo, furacão Earl registrado em 1 de setembro de 2010 pelo sensor de resolução moderada MODIS, a bordo do satélite AQUA, da Nasa. Na sequência, storm tracks mostram a previsão de rota do furacão Earl e da tempestade Gaston, de acordo com dados do Centro Nacional de Furacões dos EUA, NHC. Créditos: Nasa - Modis Rapid Response Team / NHC / Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Amargas são as lágrimas derramadas, mas ainda mais amargas são as que não se derramam" - Provérbio irlandês