Segunda-feira, 24 mar 2008 - 09h47

Com missão cumprida, Endeavour desacopla esta noite da ISS.

A tripulação da missão STS-123 do ônibus espacial Endeavour completou nesta madrugada seu último dia junto à estação Espacial Internacional, ISS, e neste momento realizam os últimos preparativos antes do desacoplamento entre as duas naves, previsto para esta noite.

Na última manhã os astronautas tiveram seu primeiro tempo livre após 13 dias no espaço, repletos de tarefas técnicas que consumiram todo o tempo da missão. Durante o período em que o ônibus espacial permaneceu atracado à ISS, os astronautas deram prosseguimento à construção da ISS, onde instalaram um segundo braço robótico duplo, Dextre, de fabricação canadense e anexaram ao módulo Harmony o container logístico pressurizado ELMPS, a primeira etapa do laboratório japonês Kibo. Além disso, realizaram trabalhos de manutenção externa e demonstraram uma nova técnica de conserto de placas de blindagem térmica em caso de necessidade.

Segundo os engenheiros da Nasa, a missão foi realizada com êxito pelos sete astronautas, que bateram o recorde de atracamento entre as duas naves, com mais de 13 dias unidas. Além disso, bateram também o recorde de atividades extraveiculares, realizando cinco passeios espaciais, quando o normal são três caminhadas em 11 ou 12 dias de acoplamento.


Desacoplamento
O desacoplamento entre a Endeavour e a ISS está programado para 20h56 pelo Horário de Brasília, quando o complexo espacial estiver orbitando a região sul da Irlanda, a uma altitude média de 347 km, Quinze minutos antes o conjunto ainda anexado poderá ser observado à vista desarmada pelos habitantes de Porto Rico, no Caribe.

Toda a operação poderá ser acompanhada ao vivo através do ApoloChannel, que retransmite a Nasa-TV.


Procedimentos
Durante o procedimento de separação um conjunto de molas será liberado e empurrará a Endeavour para longe ISS. Neste momento os jatos de manobra do ônibus espacial são mantidos bloqueados pelos computadores de bordo, impedindo-os de entrar em ação no momento da separação. Uma vez que a Endeavour esteja a 70 centímetros da Estação Espacial e os dispositivos de união estejam claramente livres, o piloto da missão, Gregory Johnson, acionará manualmente os jatos de manobra e conduzirá a Endeavour em um estreito corredor até atingir 150 metros de separação. Neste momento, caso o combustível e o tempo permitam, Johnson iniciará uma série de voltas ao redor da estação e do seu novo laboratório japonês. Quando completar pelo menos 1.5 revolução, finalmente os foguetes serão acionados, separando definitivamente a Endeavour da ISS, dando início ao retorno da tripulação à Terra.

Arte: Concepção artística mostra como a Endeavour está acoplada atualmente à Estação Espacial Internacional. Crédito: Nasa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron