Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Segunda-feira, 2 set 2019 - 09h45
Por Rogério Leite

Com ventos de 270 km/h furacão Dorian avança contra a costa americana

Embora as previsões indiquem que o olho do furacão Dorian não deverá penetrar na parte continental dos EUA, poderosos ventos de categoria 5 deverão castigar as zonas costeiras da Flórida e provocar chuvas que em algumas localidades poderão ultrapassar a marca de 300 milímetros.

Animação de imagens recebidas do satélite GOES16 mostra o avanço do furacão Dorian ao largo da costa dos EUA.
Animação de imagens recebidas do satélite GOES16 mostra o avanço do furacão Dorian ao largo da costa dos EUA.

Clique AQUI para ver imagens atualizadas do furacão Dorian

Imagens de satélites recebidas às 09h00 BRT desta segunda-feira mostram que o olho de Dorian estava localizado sobre as coordenadas 26.7N e 78.2W, a apenas 190 km ao oeste de Palm Beach, na Flórida. Dados coletados por aviões caça-furacões informavam que os ventos sustentados atingiam 270 km/h, com rajadas que ultrapassavam 310 km/h.

De acordo com o NHC, o centro Nacional de Furacões dos EUA, alertas de marés ciclônicas estão em efeito para toda a porção da costa oeste da Flórida, desde Lantana até a divisa com o condado de Volusia. Isso significa que uma linha costeira de mais de 250 km corre risco de inundações, em uma área que vai desde Boca Raton até Jacksonville.

As previsões mostram que Dorian não deve penetrar o continente pela Flórida, mas margear a costa até atingir a Carolina do Sul, onde o olho deverá tocar a porção de terra na sexta-feira, dia 6 de setembro.

Dorian é um dos mais poderosos furacões formados no Oceano Atlântico, rivalizando em força aos furacões Irma e Labor Day, que atingiram a marca de 300 km/h.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O tempo é só o que nos separa da morte" - Ernest Hemingway