Segunda-feira, 22 mai 2006 - 09h02

Cometa 73/P se afasta mas ainda pode ser visto

Após atingirem a menor distância da Terra, a maior parte dos fragmentos do cometa 73P/Schwassmann-Wachmann 3 já começam a se distanciar da Terra.

Entre os dias 13 e 14 de maio os dois maiores fragmentos, B e C, chegaram a apenas 9.6 milhões de quilômetros de distância do nosso planeta., a maior aproximação de um cometa nos últimos 80 anos.


Schwassmann-Wachmann
O cometa 73/P tem um período orbital de 5.3 anos e foi descoberto no dia 2 de maio de 1930 pelos astrônomos Friedrich Carl Arnold Schwassmann (1870-1964) e Arno Arthur Wachmann (1902-1990), do Observatório Hamburg, na Alemanha, através da análise da exposição de chapas fotográficas, durante trabalhos de procura por planetas menores.

Mesmo se distanciando cada vez mais, ainda é possível ver os dois fragmentos e até mesmo fotografá-lo, como fez o astrônomo Darrel Spangler, no último domingo.

Sem o auxílio de telescópio, mas utilizando somente uma câmera com obturador manual, Spangler fez esta bela foto na madrugada de domingo em Drake, Colorado. Nesta imagem, o céu aparece bem mais claro devido ao tempo de exposição da imagem.


Veja e Fotografe
Você também pode fazer uma foto como a de Spangler. Não é tão simples mas você pode tentar. Você vai precisar de uma máquina comum, mas que tenha a opção do tempo de exposição controlado manualmente, conhecido como obturador B. Pode ser uma máquina simples ou do tipo Reflex.

Para fotografar o céu noturno você vai precisar também de um filme de alta sensibilidade, ASA 400 ou superior e um tripé.

Aponte sua câmera para a posição indicada no mapa abaixo, na hora adequada, tomando o cuidado para não "enquadrar " a lua, visível abaixo do cometa.Se você quiser pode enquadrá-la também, mas devido ao alto tempo de exposição requerido, ela vai parecer como um borrão luminoso. Observe Venus abaixo da Lua !

Regule o diafragma da câmera para dois pontos a menos da máxima abertura possível e começe a fotografar. Faça diversas fotos. A primeira com exposição de 30 segundos, aumentando 30 segundos sucessivamente para cada exposição. Faça isso com pelo menos 24 fotos.

Se você não conseguir ver o cometa nas fotos, não se preocupe. Pelo menos terá tentado, e como recompensa obterá diversas fotos muito interessantes do céu, além de ter experimentado uma verdadeira aula prática de astrofotografia.

Acorde cedo e mãos à obra !


Leia Também:

  • Meio Ambiente
  • MudançasClimáticas
  • EnergiasAlternativas
  • Invenções eDescobertas
  • Arqueologia
  • Curiosidades
  • Terremotos on-line
  • Terremotos
  • Aventuras
  • O Brasil no espaço
  • Ônibus Espacial Discovery
  • Matérias sobre a ISS
  • Rastreie a ISS
  • Conheça os planetas
  • Sobre o telescópio Hubble
  • Tecnologia e exploração espacial
  • Brasil no Espaco
  • Sonda Stardust
  • Exploração Plutão
  • Exploração a Saturno
  • Exploração a Marte
  • Exploraçãoa Júpiter
  • Notícias em Destaque

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax