Sexta-feira, 27 set 2013 - 10h02
Por Rogério Leite

Cometa ISON se aproxima de Marte e já rende belas imagens

Perto do momento da máxima aproximação do Planeta Vermelho, o cometa C/2012 S1 ISON já começa a chamar a atenção. O aumento de brilho observado nos últimos dias e sua posição favorável acima do horizonte tem colaborado bastante para melhores observações.

Cometa C/2012 S1 ISON
Clique para ampliar

Apesar de ainda estar invisível à vista desarmada, o brilho do cometa ISON aumentou bastante e tem proporcionado aos astrônomos de plantão excelentes capturas de imagens.

Em locais de céu limpo o cometa já pode ser visto com auxílio de telescópios modestos com pelo menos 150 milímetros de abertura, mas nos próximos dias já poderá ser observado com instrumentos ainda menores, de 127/130 milímetros de diâmetro.

Na terça-feira, dia 1 de outubro, ocorrerá o periastro entre ISON e o planeta Marte, quando o cometa passará a 10 milhões de km da superfície. Alguns modelos estimam que a neste dia a magnitude de ISON estará próxima a 10.5 e caindo, facilitando as futuras observações do objeto. Até o final de outubro, provavelmente ISON já estará visível sem auxílio de instrumentos.

Carta Celeste do Cometa C/2012 S1 ISON
Clique para ampliar

Procurando ISON
Atualmente, o cometa C/2012 S1 ISON pode ser encontrado no quadrante leste-nordeste durante as pré-manhãs e uma boa forma de localiza-lo é utilizar o próprio planeta Marte como referência, como mostra a carta celeste acima. Ela retrata o céu visto as 04h50 do dia 28 de setembro, quando Marte e ISON estarão a cerca de 15 graus de elevação acima do horizonte e os raios de Sol ainda não ofuscam a observação.

Apesar de não ser uma tarefa muito simples, encontrar e observar o cometa pode ser uma tarefa bastante instrutiva e deverá propiciar aos interessados um bom aprendizado sobre o céu e a posição dos objetos.

Bons céus!

Para acompanhar a posição do cometa ISON e a contagem regressiva das aproximações, acesse nossa página Cometa ISON


Artes: No topo, espetacular imagem do cometa ISON feita em Selsey, na Inglaterra, pelo caçador de cometas Damian Peach, no dia 24 de setembro. Acima, carta celeste mostra o céu do quadrante leste-nordeste as 04h50 de sábado, 28 de setembro, com a posição de ISON em relação a Marte e as estrelas da constelação de Leão. Créditos: Damian Peach, Apolo11.com.
roger

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy