Terça-feira, 30 out 2007 - 10h53

Cometa brilha muito e já mostra sinais de cauda

O diâmetro do cometa 17P/Holmes parece ficar maior a cada dia e pode ser visto com tanta facilidade que até mesmo uma criança é capaz de apontar sua direção. A foto abaixo, feita por Laurent Laveder, da cidade de Quimper, na França, mostra exatamente isso. "O cometa brilha tanto que achá-lo no céu virou brincadeira de criança", disse Laveder.

Não se sabe até quando o brilho de 17p/Homes continuará aumentando e nem que magnitude atingirá nos próximos dias. Essa é a segunda vez que o cometa entra em processo de outburst, nome que se dá à explosão de brilho verificada. O fenômeno ocorreu pela primeira vez em 1892 e permitiu que o astro fosse descoberto pelo inglês Edwin Holmes.

Desde que entrou em outburst, no último dia 24, Holmes se apresentou praticamente esférico, semelhante a um planeta com atmosfera, mas parece que as coisas estão mudando e algumas fotos já mostram o que a maioria dos observadores espera: a cauda do cometa.

Apesar de ainda não ser possível de vê-la à vista desarmada, uma tênue cauda já pode ser detectada em exposições fotográficas de curta duração. A imagem acima, feita por Pete Lawrence, de Selsey, Inglaterra, é uma superposição de 9 imagens feitas com 5 minutos de exposição cada uma, resultando em uma imagem equivalente a 45 minutos de exposição. "A cauda é extremamente fraca, mas já pode ser notada na direção nordeste da coma", disse Lawrence.


O cometa
17p/Holmes é um cometa periódico, que visita a Terra a cada 6.88 anos e neste momento sua distância do nosso planeta é de 1.627 UA ou 242 milhões de quilômetros.

O motivo do outburst ainda é desconhecido, mas existem evidências de que alguns cometas e asteróides tenham uma estrutura interna em forma de poros, semelhantes a um queijo suíço ou favos de mel, que ao se romperem repentinamente, lançam ao espaço milhares de quilômetros quadrados de material gelado. Esse material, ao receber a luz solar entra em sublimação, produzindo enormes jatos de gás, que por sua vez criam a aparente nuvem vista ao redor do cometa.


No Brasil
Para localizar o cometa 17p/Holmes é só usar a carta celeste mostrada abaixo. Ela mostra a visão que um observador tem ao olhar para o Norte às 02h00 da madrugada, mas nada impede que possa ser visto antes e depois desse horários, desde que a constelação esteja acima do horizonte.

Esses dias o tempo não tem ajudado muito, mas se as nuvens permitirem, experimente fazer algumas observações. Se conseguir fotografar o cometa, melhor ainda. Envie sua foto que a publicaremos em nossa galeria, exatamente como fez o astrônomo Valmir Morais, de Juazeiro do Norte, CE, que captou diversas fotos do cometa.

Veja galeria de fotos dos internautas

Fotos: no topo, foto do cometa 17p/Holmes, feita por Pete Lawrence. nela, uma tênue cauda já pode ser vista. Para fazê-la, Pete utilizou um telescópio refrator Vixen FL102 em uma câmera canon 20D. Na foto menor, feita por Laurent Laveder, na França, criança aponta para 17p/Holmes, demostrando a facilidade para achar o cometa. Acima, foto enviada por Valmir Martins, de Juazeiro do Norte. Para fazê-la, Valmir utilizou o método afocal e um telescópio refletor de 275 milímetros de abertura. Afocal é o nome dado à fotografia feita quando a lente da câmera é encostada diretamente na objetiva do telescópio. Mais detalhes na galeria de fotos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax