Quinta-feira, 25 out 2007 - 08h53

Cometa surge no céu e pode ser visto a olho nu

Há dois dias os astrônomos do mundo inteiro não desgrudam mais os olhos do céu, mais precisamente da constelação de Perseu. É que de uma hora para outra, um intenso brilho surgiu entre as estrelas Alfa e Delta da constelação. Onde antes havia um vazio, agora existe um ponto luminoso. Esse ponto é o brilho do cometa 17p/Holmes, que em menos de 24 horas multiplicou sua magnitude visual por 1 milhão de vezes, passando de +17 para +2.5, tornando-se visível sem o uso de instrumentos.

"Nunca vi nada igual. Parece até um planeta!", exclamou o astrônomo Eric Allen, do observatório de Cégep de Trois-Rivières, em Quebec, no Canadá, que experimentou as primeiras fotos do cometa.

O repentino brilho pode significar um rompimento do núcleo do cometa ou apenas uma rachadura que liberou no espaço uma grande quantidade de material gelado. Esse material teria se vaporizado pela ação dos raios solares, o que explicaria a aparência de planeta com atmosfera, visto por Allen.

17P/Holmes está há 150 milhões de quilômetros de distância e não tem cauda visível à vista desarmada. Quem olha para o cometa pode confundi-lo com uma estrela, no entanto as coisas podem mudar nos próximos dias, daí o grande interesse na observação do astro.

O cometa foi descoberto em 6 de novembro de 1892 pelo astrônomo inglês Edwin Holmes, após observações sistemáticas na galáxia de Andrômeda. Seu período orbital é de 7.06 anos e sua menor distância do Sol, conhecida como afélio, é de 2.16 UA. Uma UA é igual a distância da terra ao Sol e equivale a 149.5 milhões de quilômetros.


No Brasil
Ainda é cedo para saber o que vai acontecer com 17p/Holmes, mas o certo é que o cometa pode ser visto facilmente durante a madrugada, até mesmo para quem não tem binóculo ou telescópio. Lógico que esses instrumentos vão facilitar bastante a observação, mas não são obrigatórios.

Para localizar o cometa 17p/Holmes é só usar a carta celeste mostrada no topo da página. Ela mostra a visão que um observador tem ao olhar para o Norte às 02h00 da madrugada, mas nada impede que possa ser visto em horários próximos a este, desde que a constelação esteja acima do horizonte.

Esses dias o tempo não tem ajudado muito, mas se o as nuvens permitirem, experimente fazer algumas observações. E se conseguir fotografar o cometa, melhor ainda, mas não esqueça de enviar as fotos pra nós!

Arte: no topo, carta do céu mostrando a posição do cometa 17p/Holmes. Acima, foto feita por Martin McKenna, de Magheram Co. Derry, na Irlanda do Norte, mostra o cometa visível na constelação de Perseu.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Amargas são as lágrimas derramadas, mas ainda mais amargas são as que não se derramam" - Provérbio irlandês