Terça-feira, 2 abr 2013 - 08h15
Por Rogério Leite

Conjunção Solar fará Nasa suspender comunicações com Marte

Nos próximos dias, as comunicações com Marte ficarão extremamente prejudicadas devido à posição do Sol e para evitar maiores problemas a Nasa decidiu suspender o envio de qualquer comando às naves que estão na órbita do Planeta Vermelho.

Mars Odissey com Sol ao fundo
Clique para ampliar

Visto da Terra, Marte está do lado oposto do Sol, visualmente quase colado a ele. Essa conjunção acontece a cada 26 meses, quando as posições orbitais fazem os dois ficarem 180 separados, tendo o Sol ao centro.

Da mesma forma que as ondas luminosas, as ondas de rádio também se propagam em linha reta, o que significa que o Sol está quase que no meio do caminho da linha de visada das antenas que fazem a comunicação entre os dois planetas, aumentando tremendamente a quantidade de ruído na conexão de dados com as naves que ali estão.

"Esta é a nossa sexta conjunção. Temos muita experiência com isso, mas cada uma tem características próprias, o que as torna diferentes.", disse Chris Potts, diretor da missão espacial Odissey junto ao Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL.

Conjuncao marte Sol></center><P>A nave Odissey está orbitando Marte desde 2001 e além da missão de sensoriamento remoto do planeta, também serve como retransmissora dos sinais dos jipes-robôs que operam na superfície. <P><spam class='subtit'>Conjunções</spam><BR>As conjunções entre Marte e o Sol ocorrem a cada 26 meses e lidar com elas exige conhecer perfeitamente a separação angular entre os dois objetos e ter relatórios bem precisos quanto à atividade solar, fatores determinantes para planejar como será feita a suspensão do envio de comandos às naves.<P>A conjunção desse ano fará Marte e o Sol ficarem separados visualmente por apenas 0.4 grau. No céu, isso significa uma separação menor que o espaço ocupado pela Lua Cheia. Além disso, o Sol está mais ativo quando comparado à última conjunção ocorrida em 2011, com maior quantidade de flares sendo emitidos.<P>Uma grande diferença neste ano é a presença do robô Curiosity, já que a maior parte dos dados científicos coletados pelo explorador é enviada à Terra pelos orbitadores Odyssey e Mars Reconnaissance Orbiter (MRO).<P><!-- FOTO --><center><a href=display.php?imagem=imagens/2013/conjuncao_marte-sol_stellarium_20130322-183411_big.jpg ><img width=100% src=imagens/2013/conjuncao_marte-sol_stellarium_20130322-183411.jpg border=0 alt=
Clique para ampliar

As transmissões da Terra aos satélites permanecerão suspensas até que a separação angular entre Marte e o Sol seja maior que 2 graus (um espaço de quatro luas cheias), permitindo que o pequeno ângulo de abertura das antenas consiga fazê-las enxergar uma a outra sem a interferência solar.

Segundo a Nasa, entre 9 de abril e 26 de abril as comunicações ficarão suspensas. Nesse período, os orbitadores continuarão a realizar suas tarefas científicas, mas de forma reduzida. Eles também continuarão a receber e armazenar os dados enviados pelos robôs e serão transmitidos à Terra assim que as operações forem reiniciadas.

Estima-se que durante esse tempo serão armazenados cerca de 40 gigabits de dados produzidos pelo orbitador MRO, que também deverá salvar os 12 gigabits produzidos pelo Curiosity. Os dados serão enviados à Terra a partir do dia 1 de maio.

A única comunicação que os engenheiros do JPL terão do Curiosity será na forma de bips, que serão enviados diariamente informando as condições básicas dos sistemas de bordo. Os bips serão transmitidos diretamente pelo jipe e também retransmitidos pelo orbitador Odissey, em taxa de transferência extremamente baixa para diminuir os erros produzidos pela interferência solar.

Importante: Não olhe na direção do Sol para tentar ver o planeta Marte, pois poderá causa cegueira permanente.


Artes: No topo, concepção artística mostra a sonda Mars Odissey na órbita do Planeta Vermelho. Na sequência, posição orbital de marte e Terra durante a conjunção e acima como o evento será visto da Terra. Atenção: Não tente olhar o planeta Marte na direção do Sol. Créditos: NASA/JPL, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Existem velas que iluminam tudo, menos o próprio candelabro" - Hebbel