Sexta-feira, 30 mar 2007 - 08h58

Contagem regressiva: asteróide chega hoje, depois da meia-noite

Os últimos cálculos feitos pelos cientistas do JPL, Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, mostram que o asteróide 2006 VV2 deve atingir o ponto de maior aproximação com a Terra às 03h00 deste sábado, dia 31 de março.

De acordo com os pesquisadores, o asteróide deve chegar a apenas 0.023 UA (Unidades Astronômicas) do nosso planeta, o equivalente a 3.5 milhões de quilômetros, aproximadamente 8.8 vezes a distância entre a Terra e Lua.

Apesar de o asteróide ser considerado "potencialmente perigoso", não existe nenhuma chance que o mesmo venha a se chocar com a Terra ou com nossa Lua, já que as distâncias calculadas já consideram as chamadas "incertezas orbitais", erros introduzidos nos cálculos quando não se conhece exatamente a órbita do objeto.

Pouco se sabe sobre as propriedades físicas do asteróide, mas sua magnitude absoluta de 16.6 sugere que tenha aproximadamente 2 km diâmetro. Se valerem as experiências passadas, existe 1 chance em 6 de que esse asteróide seja composto de duas rochas, formando um sistema binário. Essa será a maior aproximação prevista para um corpo celeste com esta magnitude até o ano de 2036, quando o asteróide 1999 KW4 deverá se aproximar a apenas 6 LDs da Terra. 1 LD equivale à distância da Terra à Lua e é igual a 384 mil quilômetros.

Na noite de ontem, quinta-feira, 29 de março, o astrofotógrafo Mike Broussard, da Louisiana, EUA, captou a imagem (acima) do asteróide no momento que cruzava o campo de visão da galáxia em espiral M81, na constelação da Ursa Maior. O asteróide é visto na imagem como pequenos traços, ao lado direito da cena. Para fazer a foto, Broussard utilizou um telescópio de 8 polegadas com o qual fez uma seqüência de 6 frames com 3 minutos de exposição para cada um.


Onde encontrar
A magnitude estimada do asteróide, ao redor de 9, não permite que seja visível a olho nu, mas telescópios de 5 polegadas equipados com câmeras CCD poderão fazer interessantes fotos do objeto.

Para achar o asteróide no céu providenciamos uma carta celeste de referência que poderá ajudar os interessados a apontar seus instrumentos para o céu. A carta, vista no topo da página, mostra a posição do asteróide à 00h30 deste sábado dentro da constelação de Leão. É importante lembrar que o tamanho do asteróide mostrado na carta não está proporcional, servindo apenas como referência.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy