Sábado, 15 abr 2006 - 11h17

Difícil de se observar a olho nú, planeta George poderá ser visto esta semana

Na antiguidade não havia TV ou luzes elétricas. Assim, quando o Sol se punha, o maior entretenimento era assistir ao céu. Sem as luzes da cidade para interferir, a Via-láctea era espetacular.

Além dos meteoros que cruzavam o céu, os antigos tinham especial interesse nos cinco planetas que podiam ser vistos, já que na época não havia telescópios ou lunetas para ver os demais. Passavam horas vendo Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno, que praticamente regiam os afazeres do homem.

No entanto, mesmo com observações sistemáticas, um sexto planeta, também visível sem telescópio, nunca foi observado ou mencionado. Um planeta chamado George.

George não é tão brilhante quanto os outros, mas está lá, colorido de azul-água e visível como uma estrela de 6ª magnitude. George é quatro vezes maior que a Terra, com mais de 30 luas e dezenas de anéis. Seu período de translação (volta ao redor do Sol) é de 84 anos e sua inclinação axial, próxima a 90º, praticamente o rotaciona deitado.

Atualmente George é conhecido como Urano.

Foi somente em 1781 que o astrônomo inglês William Herschel descobriu o planeta, durante uma pesquisa zodiacal. Imediatamente o batizou de Georgium Sidus, em homenagem ao seu patrão, o Rei George III. Mais tarde, conforme a tradição de se dar nomes de deuses aos planetas, George foi rebatizado de Urano, o deus grego do céu.

Confundido com estrela
Urano foi visto muitas vezes antes, mas confundido com uma estrela. O início das observações datam de 1690, quando o astrônomo John Flamsteed o catalogou como Tauri 34, ou seja, a 34ª estrela da constelação de Touro.

Podemos entender o erro. Urano está tão longe do Sol que se parece com uma estrela quando visto à vista desarmada. Seu movimento é tão lento que seria necessário observá-lo por décadas para perceber seu movimento.

Atualmente, Urano é praticamente impossível de se ver. O planeta é naturalmente esmaecido, e as luzes urbanas e a poluição atmosférica praticamente o obscurecem. Ninguém repara quando Urano está sobre o céu.

Veja você mesmo
Mas temos uma surpresa pra você. Este mês você poderá ver facilmente Urano no céu. Outro planeta vai ajudá-lo nesta tarefa!

Nos dias 17, 18 e 19 de abril Vênus e Urano se encontrarão no céu noturno. Simplesmente olhe para o leste antes do nascer do Sol. Como um semáforo, Vênus não pode ser ignorado. Ele é tão brilhante que muitas pessoas o confundem com um avião. Simplesmente olhe para Vênus com um pequeno binóculo ou telescópio e você verá Urano ao seu lado direito. Se o céu estiver bem escuro, pode até mesmo abandonar os instrumentos e ver o planeta a olho nú.

No dia 17 o par estará separado por aproximadamente 1 grau. No dia 18 estarão mais próximo ainda, cerca de 0.3 graus. A distância volta crescer para 1 grau no dia 19.

Através de um telescópio, a vista deverá ser esplêndida. Com o brilho de um diamante, Vênus apresenta fases e no momento da observação se parecerá como uma pequena meia-lua. Ao contrário, Urano será visto como um claro disco cheio, de cor azul-esverdeada.

O que você está esperando?
Ajuste seu despertador, pule da cama e veja o que os antigos perderam !

Foto superior: Urano visto pela Voyager 2 em 1986. O gráfico mostra o céu às 05h00 nos dias 17, 18 e 19 de Abril.


Conheça os planetas do sistema solar


Leia Também:

  • Meio Ambiente
  • Mudanças Climáticas
  • Energias Alternativas
  • Invenções e Descobertas
  • Arqueologia
  • Curiosidades
  • Terremotos on-line
  • Terremotos
  • Aventuras
  • O Brasil no espaço
  • Ônibus Espacial Discovery
  • Matérias sobre a ISS
  • Rastreie a ISS
  • Conheça os planetas
  • Sobre o telescópio Hubble
  • Tecnologia e exploração espacial
  • Brasil no Espaco
  • Sonda Stardust
  • Exploração Plutão
  • Exploração a Saturno
  • Exploração a Marte
  • Exploração a Júpiter
  • Notícias em Destaque

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe