Segunda-feira, 17 fev 2014 - 10h50
Por Rogério Leite

Ele está vivo! China retoma contato com jipe na superfície da Lua

Após um complicado período de hibernação, a agência espacial chinesa conseguiu reestabelecer contato com o jipe-robô Yutu e espera agora corrigir os problemas que praticamente deram a missão por encerrada. Para os engenheiros, há grandes chances de o jipe voltar a operar normalmente.

Agência espacial Chinesa
Clique para ampliar

"Yutu voltou à vida", exclamou Pei Zhaoyu, um dos responsáveis pela missão Chang'e 3, assim que recebeu a informação de telemetria enviada pelo jipe ao módulo de pouso. Os dados confirmavam que os novos comandos e a instrução de reset enviada ao computador de bordo haviam surtido efeito e o jipe estava novamente pronto para receber as novas instruções.

Apesar de ser uma boa notícia, os engenheiros chineses ainda não conseguiram fazer o explorador operar da mesma forma que antes do período de hibernação, já que o jipe-robô parece não estar executando fielmente as ordens solicitadas. Apesar disso, embora seja uma recuperação parcial, o fato do robô estar em contato com o centro de controle da missão e recebendo as instruções enviadas mostra que existem boas chances de recuperação e prosseguimento da missão, programada para duras três meses.

Jipe Chinês Yutu na Lua
Clique para ampliar

Hibernação
Uma noite na Lua dura 14 dias terrestres e nesse período a temperatura cai a cerca de 180 graus Celsius negativos. De modo a sobreviver, uma série de operações automáticas ocorre um dia antes da hibernação. O painel solar se volta em direção ao lado onde o Sol nasce. Em seguida, o mastro com as câmeras e a antena de alto-ganho se dobra sobre o deck, isolando o interior e as câmeras que são mantidos aquecidos pela ação da unidade de radioisótopos.

Yutu pousou na Lua em 14 de dezembro de 2013 e entrou no primeiro período de hibernação em 26 de dezembro. Em 11 de janeiro "acordou" e continuou a explorar a Lua até 26 de janeiro, quando entrou no segundo período de dormência. O problema é que alguma coisa na sequência automática não aconteceu da maneira esperada e os passos não foram executados por completo. Os comandos enviados ao jipe passaram a não surtir efeito e por pouco a missão não foi dada por encerrada.

Agora, com a retomada das comunicações, há uma nova chance de Yutu prosseguir a exploração chinesa, coletando valiosas informações que serão usadas na próxima missão completa, quando rochas lunares deverão ser colhidas e trazidas à Terra.


Fotos: no topo, sala de controle da missão Chang'e 3. Acima, rover Yutu visto pela câmera situada acima do mastro do módulo de pouso. Créditos: CCTV, agência espacial chinesa, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron