Sábado, 27 ago 2016 - 15h32
Por Rogério Leite

Encontro no céu: Júpiter e Vênus estarão colados após o pôr do Sol

No final da tarde desse sábado teremos uma das mais belas conjunções celestes do ano. Júpiter e Vênus estarão tão próximos que visualmente parecerão um só objeto no firmamento. Não deixe de ver!

Conjuncao entre Jupiter e Venus

Embora estejam a mais de 700 milhões de quilômetros um do outro, a impressão que um observador da Terra terá é que Júpiter e Vênus formarão praticamente um único objeto, pois estarão visualmente muito próximos entre si.

Naturalmente, é apenas uma questão de perspectiva já que Júpiter está muito mais distante que Vênus. Júpiter, o gigante gasoso, está a 952 milhões de quilômetros da Terra, enquanto Vênus está "apenas" 229 milhões.

No entanto, a posição dos planetas em suas orbitas os faz parecerem quase colados no céu, separados por uma distância angular de aproximadamente 4 minutos de arco. Para se ter uma ideia de quanto é pequena essa separação, o disco lunar ocupa cerca de 30 minutos de arco na esfera celeste.

Para ver a conjunção é só olhar para o horizonte oeste assim que o Sol se pôr. O objeto mais brilhante é Vênus, reluzindo na magnitude -3.32, enquanto Júpiter, o menos intenso, estará brilhando na magnitude -1.2.

O evento poderá ser visto por cerca de uma hora, desde alguns minutos antes do pôr do Sol até o momento em que os planetas sumirem abaixo da linha do horizonte. Não deixe de ver.

Bons céus!

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy