Quarta-feira, 5 set 2007 - 10h10

Esa inova e prepara o lançamento do telescópio espacial Herschel

Sempre que o assunto é espaço, a primeira organização que vem à cabeça é a Nasa, a agência espacial norte-americana. E também não é para menos, já que a instituição é responsável pelas maiores conquistas nesta área do conhecimento. A agência foi a primeira a colocar um homem na Lua em 1969 e a primeira a pousar um jipe-robô em solo marciano, a sonda Sojourner.

No entanto, outro centro de pesquisas se destaca cada dia mais: a ESA, a agência espacial européia. Sua grande quantidade de conquistas neste seguimento já a posiciona como rival absoluto da agência americana. Não será surpresa se uma viagem tripulada à Marte, cada dia mais próxima, não for feita por uma nave européia.

No final de 2007, a agência européia irá apresentar à comunidade científica seu mais novo equipamento, o telescópio espacial Herschel, a mais moderna que deverá estudar a formação e evolução de estrelas e galáxias.


Missão
A missão Herschel é equipada com um telescópio de 3.5 metros de diâmetro, o maior já lançado ao espaço. O equipamento permitirá aos astrônomos aumentar a capacidade de explorar o universo, fazendo observações em comprimentos de onda infravermelho e sub milimétrico. Através desse espectro eletromagnético os cientistas poderão enxergar o "universo frio", capacitando a observação profunda das regiões onde ocorrem os nascimentos de estrelas, além dos centros das galáxias e sistemas planetários.


Tecnologia
Para poder alcançar esse objetivo e detectar a tênue radiação invisível vinda dos objetos mais frios do universo, os sensores devem operar em temperaturas extremamente baixas e estáveis. Para isso a nave estará equipada com sistemas de resfriamento capazes de manter os detectores a 271ºC negativos, ligeiramente acima do valor do zero absoluto, que é de 273.15 ºC.

Atingir esse valor de temperatura e mantê-lo estável por muito tempo é uma prova da altíssima competência da indústria científica européia.


Preparativos
A integração final dos vários componentes do observatório Herschel, entre eles o módulo de cargas, sistemas criogênicos, módulos de serviço, telescópios e painéis solares, será completada nos próximos meses. Esta fase será acompanhada por uma série de testes até que a nave esteja pronta para ir ao espaço em julho de 2008.

O lançamento do observatório será feito a partir de um foguete Ariane 5 ECA. Junto com o Herschel, o foguete levará outra sonda européia - Planck - que terá como objetivo o estudo da antiga radiação produzida durante o Big Bang, o provável momento da formação do universo. A Nasa que se cuide!

Artes: Ambas as cenas mostram concepções artísiticas do observatório europeu. Cortesia: ESA.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Se os outros desistem da aposta todas as vezes que em que você tem uma boa mão, é porque está escondendo o jogo" - Curtis Jonhson