Domingo, 9 mar 2008 - 13h22

Esa lança com sucesso nave Julio Verne

A agência espacial européia, ESA, lançou com sucesso nesta madrugada seu primeiro Veículo Cargueiro de Transferência Automática, ou ATV. A nave, batizada de Júlio Verne em homenagem ao grande escritor francês, subiu ao espaço impulsionada pelo poderoso foguete Ariane 5ES, e três horas após o disparo já se encontrava em órbita baixa, 260 km acima da Terra.

O objetivo de Julio Verne será abastecer regularmente a Estação Espacial Internacional, com água, alimentos, combustível e diversas outras cargas.

O lançamento ocorreu às 02h03 pelo horário de Brasília, a partir do Centro de Lançamentos de Kouru, na Guiana Francesa. Para levar o cargueiro até sua órbita circular foi necessária uma nova versão do foguete Ariane 5ES, que foi especialmente adaptado para erguer as 20 toneladas de peso de Julio Verne - quase o dobro das cargas normalmente colocadas em órbita pelo Ariane 5ES.


Orbita atípica
A atípica trajetória de lançamento requereu a preparação de duas novas estações de telemetria, uma a bordo de um navio no oceano Atlântico e outra na ilha dos Açores, na costa oeste da África. O estágio superior do foguete ardeu durante os oito minutos iniciais sobre o Atlântico, quando foi cortado pelos computadores de bordo. O foguete e sua carga iniciaram então uma parábola que durou 45 minutos sobre a Europa e Ásia. Quando se encontrava sobre a Austrália o foguete novamente entrou em ação por 45 segundos, elevando o conjunto e circularizando sua órbita. A separação final de Júlio Verne do foguete Ariane ocorreu às 03h09 e foi monitorada por outra estação de rastreio, localizada na Nova Zelândia.

Neste momento Julio Verne está circundando a Terra no mesmo plano orbital da ISS, mas a uma altitude de apenas 260 km, comparada aos 345 km da Estação Espacial. O veículo está em constante monitoramento pelo Centro de Controle ATV, localizado em Toulouse, na França e durante as próximas semanas passará por diversos testes até se acoplar com a ISS no início de Abril.


A Nave
Julio Verne é uma espaçonave robotizada de aproximadamente de 8 metros de comprimento e 21 toneladas e é a maior carga já lançada pelos foguetes europeus.

Segundo Jean-Jacques Dordain, diretor geral da Agência Espacial Européia, este vôo inaugural de um veículo ATV, aliado à entrega recente do módulo científico Columbus, além da ativação de um centro de controle na Europa, consolida o recente e importante papel da Europa nos projetos de exploração espacial.

"Isso nos faz parceiros completos e participantes importantes da Estação Espacial e da pesquisa espacial de modo geral", explicou Dordain sobre a ESA, que representa 17 nações européias. A nave Julio Verne, o laboratório Columbus e outros componentes somam US$ 7 bilhões de investimentos na Estação Espacial Internacional.

Além da Julio Verne, pelo menos mais quatro naves ATV serão lançadas para abastecer a Estação Espacial, a intervalos de 18 meses. Até hoje, o reabastecimento dos ônibus espaciais e da ISS eram feitos através das naves russas Progress.

Fotos: No topo, lançamento do foguete Ariane 5ES, com a nave Julio Verne a bordo. Na seqüência, concepção artística mostra a aproximação de Julio Verne da Estação Espacial Internacional, ISS. Acima, a nave Júlio Verne durante os testes nos laboratórios da Agência Espacial Européia. Créditos: ESA.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron