Segunda-feira, 25 fev 2008 - 15h19

Esa testa com sucesso novo sistema de pouso por instrumentos

A Esa, Agência Espacial Européia e o Eurocontrol, entidade que coordena todo o tráfego aéreo sobre a Europa, realizaram com sucesso na última semana o primeiro pouso por instrumentos de um avião em território europeu sem a utilização dos equipamentos convencionais conhecidos por ILS (Instrument Landing System). O teste foi realizado no aeroporto de San Sebastian, na Espanha, e segundo os pesquisadores da agência espacial, não poderia ter sido melhor.

O projeto, conhecido por EGNOS (European Geostationary Navigation Overlay Service), utiliza uma rede de mais de 40 elementos espalhados por toda Europa e que coletam, corrigem e armazenam os dados de posicionamento global enviados pelos diversos satélites norte-americanos do sistema GPS. Após sofrerem modificações os sinais são retransmitidos através de satélites geoestacionários até os aeroportos, oferecendo uma precisão de posicionamento superior a dois metros, contra os atuais 15 a 20 metros conseguidos com GPSs convencionais. Além disso, o padrão EGNOS garante que os sinais tenham melhor qualidade que o original.

Na última quarta-feira, um avião Nostrum Dash-8 efetuou quatro aproximações de uma das pistas do aeroporto espanhol empregando uma técnica batizada de LPV (Localizer Performance with Vertical guidance ou Localizador de Performance com Guiagem Vertical). Neste tipo de aterrisagem um satélite de navegação especializado fornece sinais-piloto com duas guias laterais, substituindo ou ampliando as funções do localizer, um transmissor de rádio localizado nas pistas dos aeroportos e que informa aos equipamentos de bordo a posição da linha central da pista e altitude da aeronave sobre ela.

O sistema EGNOS oferece a possibilidade de aproximação por instrumentos similar aos equipamentos convencionais de ILS usados atualmente, mas sem a necessidade de instalação de grande infra-estrutura eletrônica próxima às cabeceiras de pista. Além disso, os dados mostrados no display de instrumentos dentro da cabine são os mesmos apresentados pelo sistema ILS, assim não será necessária nenhuma familiarização com o novo equipamento.

A experiência reportada pelos pilotos e controladores de tráfego durante os testes foi muito positiva, segundo a ESA. Durante a aproximação o sistema conseguiu detectar e corrigir erros de até 3.5 graus na rota da aeronave sem que fosse disparado qualquer alerta de correção.

Para os próximos meses a ESA pretende fazer novas demonstrações do sistema EGNOS em dois grandes aeroportos europeus, Valência na Espanha e Bolonha, na Itália.

Fotos: No topo, pista do aeroporto de san Sebastian, na Espanha, visto do interior do cockpit do avião Nostrum Dash-8. No detalhe, o avião que realizou os teste, Nostrum Dash-8. Cortesia: ESA.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Se os outros desistem da aposta todas as vezes que em que você tem uma boa mão, é porque está escondendo o jogo" - Curtis Jonhson