Segunda-feira, 16 dez 2013 - 09h58
Por Rogério Leite

Estação Chinesa deve reentrar na atmosfera nos próximos dias

Programada para reentrar na atmosfera até o final deste ano, ninguém sabe ao certo onde a estação espacial chinesa Tiangong-1 irá cair. A reentrada será do tipo controlada, mas a cada dia as forças da natureza a trazem para mais perto do nosso planeta.

Tiangong-1
Clique para ampliar

Em junho de 2013, a nave espacial Shenzhou 10 se desacoplou da Tiangong-1, a primeira estação espacial da China, trazendo de volta para a Terra os três primeiros astronautas daquele país a trabalharem no complexo espacial, entre eles a piloto de caças Wang Yaping, a segunda mulher chinesa a ir ao espaço.

Após deixarem a Tiangong-1, o governo chinês declarou que a nave já não servia mais aos objetivos e que seria destruída até o final de dezembro de 2013, sem, contudo informar o dia que isso aconteceria.

Agora, restando poucos dias para o final do ano, as atenções se voltam ao destino do laboratório orbital chinês. Dados fornecidos pelo nosso site Satview.org mostram que pelo oitavo dia consecutivo a Tiangong-1 aparece na lista de objetos que deverão reentrar naturalmente na atmosfera e se incendiar, o que mostra que não há mais qualquer tipo de propulsão sendo usada para manter o complexo na altitude programada.

As primeiras estimativas mostram que se a China não manobrar a nave para reentrar controladamente até o final de dezembro, teremos uma bola de fogo rompendo o céu em maio de 2014 e talvez seja exatamente isso os engenheiros chineses querem.

Tirar a Tiangong-1 de orbita neste momento é uma tarefa muito fácil. Com apenas algumas ignições dos retrofoguetes é possível alterar a rota da estação e fazê-la de volta à Terra em alguns minutos.

No entanto, mantê-la em orbita por mais alguns meses enquanto cai lentamente também pode ser uma opção, uma vez centenas de dados sobre o comportamento dentro da alta atmosfera serão gerados. Isso permitirá aos cientistas chineses entenderem melhor a dinâmica da reentrada e que poderão ser de grande valia no futuro.

A Tiangong-1 tem 10 metros de comprimento e mais de 8 toneladas. A reentrada não deverá consumir toda sua estrutura e pedaços grandes deverão chegar à superfície. Então, seja qual for o destino a ser dado à estação espacial, é certo que deverá chamar muito a atenção da mídia e dos observadores de plantão.

É só aguardar!

Para rastrear a Tiangong-1 no SATVIEW.ORG clique a qui

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe