Quinta-feira, 20 jul 2006 - 08h33

Estação Espacial inflável carrega experimento da NASA

A agência Espacial americana, NASA, informou nesta quarta-feira que o satélite inflável Genesis I, que entrou em órbita circular na semana passada,carrega a bordo um de seus experimentos. O objetivo, segundo a agência americana é o estudo de como a ausência de gravidade afeta os genes.

A Genesis I foi lançada recentemente de uma base militar russa e é financiada pelo magnata Robert Bigelow, proprietário de uma das maiores redes de hotéis dos EUA. Segundo o centro de controle da missão, a nave está com todos os sistemas em excelente funcionamento e orbita a 547 quilômetros acima da Terra.

O objetivo da missão, que vai durar cinco anos, é testar a tecnologia inflável, que poderia algum dia ser usada para construir uma estação espacial comercial.

De acodo com a NASA, a nave experimental levoa uma carga do tamanho de uma caixa de sapatos do Centro de Pesquisa Ames da Nasa, no norte da Califórnia. O pequeno laboratório, equipado com sensores e outros sistemas de alta tecnologia, vai levar a cabo experimentos para analisar como a ausência de peso afeta células e pequenos animais.

Os cientistas esperam que o projeto abra portas para futuras pesquisas de baixo custo que investiguem como a ausência de peso afeta o sistema imunológico e a perda de músculos e ossos.

A decisão da Nasa, de enviar carga a bordo de uma espaçonave de Bigelow, faz parte de uma nova tendência de uma parceria espacial emergente entre público e privado, disse John Hines, que dirige o projeto genético da Nasa.

A Genesis I foi o primeiro lançamento da Bigelow Aerospace, fundada por Bigelow, que é dono da cadeia de hotéis Budget Suite of America. A empresa pretende lançar outro satélite este ano, com o objetivo de construir um hábitat espacial funcional até 2015.

Na semana passada, a Genesis I enviou as primeiras imagens de baixa resolução de suas doze câmeras, incluindo um auto-retrato da nave totalmente inflada. Bigelow gastou cerca de US$ 75 milhões no projeto até agora, e prometeu investir US$ 500 milhões até 2015.

Na foto, imagem feita por uma das câmeras da Genesis I, mostrando a si próprio com a Terra ao fundo.


Rastreio
Abaixo seguem os elementos orbitais mais recentes e que permitem o rastreio do satélite inflável através de programas de rastreio

 GENESIS-1 
1 29252U 06029A 06200.13338251.0000010200000-020576-4 0 102
2 2925264.5120 156.8407 0004333 152.8958 207.2384 15.02722601 981

Se você quiser aprender um pouco mais sobre tecnologia espacial e rastreio de satélites, clique aqui .

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Ler é entrar num continente que já foi percorrido por uma quantidade de pessoas antes, mas que continua virgem, de uma certa maneira" - José Saramago