Quinta-feira, 4 jan 2007 - 09h03

Foguete chinês entra na atmosfera e se desintegra sobre cidades brasileiras

Na noite do dia 31 de dezembro, pouco antes da virada do ano, um objeto, muito parecido com uma bola de fogo, pode ser visto em diversas cidades brasileiras, em especial na Região Centro-Oeste. Não se tratava de fogos de artifício ou de Ovni, como pensaram alguns. O objeto em questão era um foguete chinês do tipo Longa Marcha, que 13 anos após seu lançamento, se desintegrou em chamas sobre a atmosfera brasileira.

De acordo com cálculos de reentrada, propostos pelo Centro de Estudos de Orbitais e Lixo Espacial, dos EUA, o foguete iniciou seu atrito nas altas camadas da atmosfera às 22h50 pelo Horário de Brasília, sobre a região montanhosa do Himalaia. Como cálculos de reentrada não-controlada são complexos, o processo de desintegração provavelmente se iniciou entre 22h10 e 23h20.

Centenas de observadores na cidade de Foz do Iguaçu, PR,testemunharam o evento aproximadamente às 23h30 e o descreveram como um objeto traçante, que se deslocava quase que paralelo ao horizonte, no sentido oeste para leste.

No Mato Grosso do Sul o bólido pode ser visto às 22h45 no horário local. Segundo testemunhas, o objeto parecia uma “bola incandescente” cruzando todo o céu do oeste para leste em baixa velocidade e deixando um enorme rastro de fumaça e fragmentos menores para trás.

Segundo Douglas Bortolanza, do grupo Próxima Centauri de observações astronômicas,foram registradas observações do objeto no Paraguai, em toda região sul do Mato Grosso do Sul, e também nos estados do Paraná e São Paulo.

"Os curiosos menos informados espalharam pela mídia que se tratava de OVNI, ET, discos voadores, cometas ou estrelas cadentes. As rádios locais receberam várias ligações de pessoas dizendo ter fotogrado e até filmado o objeto.", disse Bortolanza.

Ao checar as informações, Bortolanza e seus colegas conseguiram identificar o objeto visto, e confirmaram que se tratava de um foguete chinês lançado em fevereiro de 1994. Segundo Bortolanza, o artefato iniciou sua ruptura, ao que tudo indica, dividindo-se em pelo menos 5 partes, sendo que a maior delas nao deve ter perdido muita "massa".

De acordo com o pesquisador, o foguete tinha formato cilíndrico, com 8 metros de comprimentoe 3 metros de diâmetro e pode não ter sido completamente desintegrado na atmosfera, e cita as cidades de de Taquarussu-MS, Nova Londrina-PR e Euclides da Cunha paulista-SP, como um possível local da queda dos destroços.

Foto: Reentrada do foguete Longa Marcha sobre a cidade de Fátima do Sul, MS. Crédito e gentileza da Radio Grande FM de Dourados, MS.

Veja o vídeo da reentrada

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron