Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Domingo, 15 jun 2008 - 21h52
Por

Forte terremoto no norte do Japão já deixa 9 mortos

Equipes de resgate do Japão retiraram dos escombros mais três corpos de vítimas, do forte terremoto de 7,2 graus na escala Richter, que sacudiu na manhã de ontem (14) o norte país. O balanço das autoridades divulgado neste domingo é de 9 mortos até o momento, a maioria ficou presa nos escombros do albergue Komanoyu, um edifício de 400 anos de idade.

"Foi um trágico desastre", afirmou Isamu Sato, prefeito de Kurihana, a cidade mais atingida pelo terremoto.

Cerca de 250 pessoas ficaram feridas e 10 ainda estão desaparecidas. Uma séria de réplicas ocorreu após o tremor principal, provocando medo na população e atrasando as buscas pelas vítimas.

Foram registrados grandes deslizamentos de terra, o desabamento de um ponte e as destruição de uma estrada , isolando mais de 200 pessoas, que precisaram ser removidas da áreas com a ajuda de helicópteros.

Agências internacionais de notícias falam que os serviço de trens, água e eletricidade já foi restabelecido na maioria das áreas. Porém, cerca de 2.800 casas na cidade de Kurihara, de 80 mil habitantes, seguem sem energia neste domingo. A região é especialmente vulnerável a deslizamentos porque seu solo é de origem vulcânica e contém uma grande quantidade de cinzas.

Na usina nuclear em Fukushima, o terremoto causou o vazamento de 20 litros de água radioativa de duas piscinas de armazenamento de combustível, mas o vazamento não teria se expandido para fora da usina.

O epicentro do tremor de 7,2 graus na escala Richter foi localizado há oito quilômetros de profundidade no norte do Estado de Iwate. O abalo foi sentido até em Tóquio, a 400 quilômetros do local.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Se pudesse receber de volta a taxa de inscrição, eu pediria demissão da raça humana" - Red Allen - comediante