Quarta-feira, 14 out 2009 - 09h32

Imagem 3-D: sonda européia registra fluxos de lava marciana

Um dos mais importantes satélites de observação marciana é sem dúvida a sonda europeia Mars Express. Orbitando o Planeta Vermelho desde dezembro de 2003, registrou diversas imagens de Daedalia Planum, uma planície esparsamente craterada e repleta de feições de fluxos de lava, vista nesta cena divulgada pela agência espacial europeia.


Clique para ampliar

Na imagem é possível ver com clareza os diversos caminhos percorridos pelos rios de lava que ja correram por Daedalia Planum em diferentes épocas. A região tem aproximadamente 435 km de diâmetro e 16 km de altitude e está localizada a sudoeste de Arsia Mons, um dos maiores vulcões de Marte.

O retrato apresentado pela agência espacial está centrado nas coordenadas 21°S e 243°E e cobre uma área do tamanho da Jamaica, de 150 x 75 km. A resolução é tão alta que detalhes a partir de 17 metros já podem ser vistos na imagem ampliada.


Veja a imagem em 3-D

Imagem 3-D
A imagem em 3-D (três dimensões), vista acima, mostra melhor os diversos detalhes da região. No canto superior do recorte 1 é possível ver estruturas de fluxos mais jovens e cristas criadas por pressão enquanto à direita se destaca um canal central de lava. Devido ao acúmulo gradual de sedimentos, um antigo fluxo de superfície lisa é visível no canto inferior.

Duas impressionantes depressões, quase perpendiculares ao fluxo de lava, são também visíveis na porção superior dos recortes 2 e 3. Estas estruturas estão relacionadas a depressões criadas por falhas na crosta do planeta, preenchidas parcial ou totalmente por fluxos de lava. Os pontos onde as falhas não foram totalmente preenchidas pela lava ainda podem ser reconhecidos.


Crateras Inundadas
As duas grandes crateras de impacto mostradas na cena também foram transformadas pelos fluxos piroclásticos e mostram diferentes estágios de modificação, claramente vistos através de óculos especiais. A maior delas, na parte inferior da cena, não foi diretamente afetada pela lava, mas pelo material ejetado pelo impacto parcialmente coberto pela lava.

A segunda maior cratera registrada foi quase totalmente inundada, embora porções menores de sua borda ainda estejam preservadas. Ao que parece, a lava penetrou em seu interior devido a uma falha na encosta.

Algumas crateras de impacto também vistas na cena foram totalmente inundadas, mas seus contornos ainda são visíveis. Uma delas pode ser vista na vizinhança da segunda maior cratera. Por estarem disfarçadas são chamadas de crateras fantasmas.


Construa um óculos para ver as imagens 3-D


Fotos: Cenas captadas pela sonda Mars Express registra paisagem vulcânica em Daedalia Planum, uma planície esparsamente craterada e repleta de feições de fluxos de lava. No topo, imagem oblíqua mostra a região em perspectiva. Acima, imagem 3-D revela detalhes da geologia marciana. Para ver a imagem utilize óculos 3-D. Crédito: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum).

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax