Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Sexta-feira, 12 jul 2019 - 11h36
Por Maria Clara Machado

Imagens de satélite da NASA mostram desaparecimento de ilha no Paquistão

Imagens de satélite divulgadas pela NASA mostram o desaparecimento gradativo de uma pequena ilha no Paquistão, após seu surgimento em 2013, quando um terremoto de magnitude 7.7 sacudiu a região.

Ilha no Oceano Índico surgiu em 2013, após forte terremoto de 7.7 no fundo do oceano. Crédito: NASA
Ilha no Oceano Índico surgiu em 2013, após forte terremoto de 7.7 no fundo do oceano. Crédito: NASA

A região é sismicamente ativa e sofre contínuas mudanças na maré. Desde o surgimento da ilha, há seis anos, especialistas já afirmavam que a porção de terra não estaria à vista por muito tempo no oceano Índico.

As imagens de satélite do Landsat, da NASA mostram o aparecimento da ilha em setembro de 2013 e as águas cobrindo a região já em novembro de 2016. A ilha quase não aparece nas imagens em abril de 2019. Somente algumas trilhas de sedimentos foram observadas em torno da base submersa em junho de deste ano.

Imagens de satélite divulgadas pela NASA mostram gradativo desaparecimento de ilha no Paquistão. Crédito: NASA.
Imagens de satélite divulgadas pela NASA mostram gradativo desaparecimento de ilha no Paquistão. Crédito: NASA.

Por curiosidade, a ilha foi uma grande atração turística instantânea, pelo menos para ser apreciada de longe. Um gás tóxico e inflamável era expelido de suas rachaduras e sua superfície era uma mistura de lama, areia e rocha, com peixes mortos. Batizada de Zalzala Koh, que significa Montanha do Terremoto, tinha 20 metros de altura, 90 de largura e 40 metros de comprimento.

Os especialistas explicam que “a ilha era realmente apenas uma grande pilha de lama do fundo do mar, que foi empurrada para cima".

Segundo os cientistas, ela teve origem num processo de movimentação das placas tectônicas. Diante de um forte tremor de terra, a movimentação é tão intensa que gera pressão e calor, suficientes para derreter rochas do magma, que interage com a água profunda no subsolo. Esse processo é tão violento que pode formar pequenas ilhas de lama no oceano.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quando se procura muito o jeito de se fazer temer, sempre se encontra primeiro o de se fazer odiar" - Motesquieu