Quinta-feira, 21 fev 2019 - 08h09
Por Rogério Leite

Imagens de satélite mostram gigantesca rachadura na Antártida

Diversas rachaduras crescentes observadas na plataforma de gelo de Brunt estão prestes a se partir e dar origem a um iceberg com 783 quilômetros quadrados, maior que a cidade de Salvador, na Bahia

Rachadura na plataforma de Brunt 2019
Imagem de satélite feita em 23 de janeiro de 2019 mostra a enorme rachadura na plataforma de Brunt, que pode dar origem a um grande iceberg.

A primeira imagem obtida da região foi adquirida pelo satélite Landsat 5, através do instrumento Thematic Mapper (TM) , em 30 de janeiro de 1986.

A cena mais recente foi captada pelo Landsat 8, 33 anos depois, com auxílio do instrumento "Operational Land Imager" (OLI) em 23 de janeiro de 2019.

A rachadura no topo da imagem de 23 de janeiro, conhecida como "rachadura do Halloween", apareceu pela primeira vez no final de outubro de 2016 e continua a crescer para o leste a partir de uma área conhecida como o McDonald Ice Rumples.

Rachadura na plataforma de Brunt 2016. Sem sinais de fissura.
Localização da rachadura na plataforma de Brunt, como observada em 1986. Sem sinais de fissura.

Entretanto, a preocupação mais imediata é a fenda visível no centro da imagem registrada em 2019. Anteriormente, a feição se manteve estável por cerca de 35 anos, mas recentemente começou a acelerar para o norte a 4 quilômetros por ano.

As crescentes rachaduras estão provocando preocupações nas pessoas que trabalham nas plataformas científicas, particularmente os pesquisadores da Estação Halley da British Antarctic Survey. Esta base é importante para a pesquisa em ciências da Terra, atmosférica e espacial e normalmente opera o ano todo, mas já foi fechada duas vezes nos últimos anos devido a mudanças imprevisíveis no gelo.

Localizacao panoramica da plataforma de Brunt, na Antartida.
Localizacao panoramica da plataforma de Brunt, na Antartida.

Não se sabe ao certo quando de fato ocorrerá o rompimento e possível formação de um iceberg. De acordo com glaciologistas, a ruptura de plataformas faz parte do ciclo natural, mas as mudanças recentes ainda não são familiares nesta área.

A borda da plataforma de gelo Brunt evoluiu lentamente desde que Ernest Shackleton inspecionou a costa em 1915, mas tem acelerado de forma significativa nos últimos anos, como mostram as imagens de satélites.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy