Quarta-feira, 16 jul 2008 - 19h05

Imensas geleiras do Peu podem desaparecer em 25 anos

As imensas geleiras que cobrem as montanhas do Peru estão sob ameaça de desapareceram completamente num prazo de 25 anos. Cientistas peruanos estão preocupados diante do ritmo acelerado do derretimento das geleiras andinas.

Sete especialistas em glaciologia se reuniram no Peru nesta semana para discutir formas de frear o derretimento das geleiras, que são uma importante fonte de água e hidroenergia para milhões de pessoas.

Segundo o pesquisador Bryan G. Mark, da Universidade de Estadual de Ohio (EUA), "as mudanças vão ser mais dramáticas onde existe menos gelo, mas elas vão ocorrer em vários pontos da Cordilheira dos Andes. Não só no Peru, mas também na Argentina e no Chile."

Um relatório divulgado pela Universidade do Pacífico do Peru prevê que 70% da população andina vai ter grandes dificuldades de acesso a fontes de água limpa em 2025, em razão do derretimento das geleiras. As perdas economicas podem chegar a US$ 30 bilhões por ano.

O governo peruano já pensa em desenvolver projetos de dessalinização de água do mar para gerar água potável.

"Se quisermos salvar as geleiras, não podemos ficar sem fazer nada", diz Wilson Suarez, professor da Universidade de Montpellier, na França. "É um processo global, a tempertaura vai aumentar", acrescenta Suarez.

Foto: Panorâmica da geleira de Alpamayo, nos Andes Peruanos, com 5947 metros de altitude. Crédito: Wikimedia Commons.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax