Quinta-feira, 24 mai 2007 - 10h43

Impacto de cometa pode ter exterrminado civilização pré-histórica

Uma nova teoria, divulgada ontem por um grupo de 26 cientistas ligados a diversas instituições, propõe que o impacto de um grande meteoro ou cometa, ocorrido há 13 mil anos na América do Norte, pode ter sido o responsável pelo extermínio da pré-histórica Cultura Clovis, que habitou a região entre 10.500 e 11.400 anos atrás.

A peça chave da nova teoria é o achado de uma camada de solo rica em carbono, ainda não devidamente explicada, em pelo menos 50 sítios arqueológicos da Era Clovis, que marca um episódio de intenso resfriamento conhecido como evento de Younger Dryas. Alguns dos sítios pesquisados se localizam em Channel Island, na Califórnia, onde os arqueólogos Douglas J. Kennett e Jon M. Erlandson, da Universidade do Oregon, EUA, realizam suas pesquisas.

A teoria está sendo discutida pela primeira vez na conferência de imprensa da Assembléia da União Geofísica Americana, realizada esta semana em Acapulco, no México. O respeitado periódico britânico Nature dá destaque ao fato em sua última edição.


Muito frio
O evento Younger Dryas, ocorrido há 11 mil anos a.C., foi marcado por um período de intenso frio, que mergulhou a Europa sob temperaturas glaciais. Atualmente, a teoria mais aceita sugere que o evento foi causado pelo derretimento da camada de gelo na América do Norte devido a mudanças nas correntes oceânicas, seguido de um rápido resfriamento global. Alguns pesquisadores associam essas mudanças climáticas à extinção de diversas espécies, incluindo o desaparecimento da Cultura Clovis.

A nova teoria, no entanto, sugere que o evento e suas conseqüências foi na realidade causado por um fenômeno de grande magnitude, provocado pelo impacto de um grande objeto extraterrestre, provavelmente um cometa ou meteoro, que se fragmentou acima ou no mesmo nível da geleira de Laurentide, na região dos Grandes Lagos, na América do Norte.

De acordo com Kennet, da Universidade da Califórnia, grandes concentrações de material do impacto extraterrestre, que ocorreram naquela região, foram lançadas por toda a parte, longe dali. "Os efeitos sobre os humanos deve ter muito grandes. As conseqüências imediatas devem ter se localizado ao Norte e Leste, e produziram violentas ondas de choques, aquecimento, inundações, incêndios florestais, causando uma redução ou extermínio de populações inteiras", explica Kennet.


Evidências
Além de grande quantidade de carbono, análises efetuadas na camada de solo indicam sinais de irídio, carvão vegetal, fuligem e micro partículas de metal. Esses mesmos materiais foram encontrados em solos característicos do período K-T, há 65 milhões de anos.

O período K-T marca o final do Período Cretáceo e o começo do Período Terciário, quando numerosas espécies foram exterminadas por um gigantesco asteróide, que acredita-se, tenha atingido a península mexicana de Yucatán ou o Golfo do México.

Kennet e seus colegas sabem que o que falta na nova teoria é a ausência da cratera que marca o impacto. Segundo eles, o impacto acima do glaciar de Laurentide já pode ter sido absorvido, uma vez que sua magnitude foi inferior a do evento K-T.

O cientista explica que esse evento atingiu o planeta em escala continental e não global. Após ele, pequenos sobreviventes da Cultura Clovis se isolaram em grupos em busca de alimento e calor, já que existem sinais de diminutos campos de refugiados na região oeste dos EUA.

"Nossos esforços atuais estão focados na coleta de material dos sítios, em especial na região dos Grandes Lagos. Esse material está sendo datado através do método de Carbono-14 e análise espectroscópica. Quanto mais dados estudamos, mais ficamos surpreendidos com as novas evidências", disse o pesquisador.

Arte: No topo, concepção artística de uma possível colisão de um cometa com a Terra. Acima, desenho mostra grupo de homens da CulturaClovis, uma das primeiras civilizações a habitar a América do Norte, entre 10.500 e 11.400 a.C.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe