Terça-feira, 4 dez 2007 - 09h18

Laboratório europeu Columbus pronto para ir ao espaço

O lançamento da nave espacial Atlantis, programado para o próximo dia 6 de dezembro, poderia ser considerado apenas mais uma missão espacial com destino à ISS, a Estação Espacial Internacional, se não fosse por um pequeno detalhe.

Quando o ônibus espacial decolar da plataforma 39-A, no Centro Espacial Kennedy, estará levando ao espaço não somente novos equipamentos para a continuada construção do complexo espacial. A bordo da nave norte-americana será despachado um laboratório inteiro, que deverá ser acoplado à estação. O equipamento, batizado de Columbus, é a mais importante colaboração européia para a ISS, e uma vez anexada à estação espacial tornará a Agência Espacial Européia, ESA, o mais ativo membro do programa, com capacidade de operação permanente e independente.

O laboratório Columbus foi projetado para ser utilizado em pesquisas que exijam longa duração e deverá ampliar bastante as capacidades da ISS. De acordo com a ESA, o Columbus deverá durar no mínimo 10 anos. Em seu interior, o laboratório conta com acomodação para diversos experimentos multidisciplinares nas áreas de biologia, fisiologia, ciência de materiais, física de fluidos, tecnologia e educação. Além disso, possui capacidade para a instalação de experimentos externos nas áreas de ciências espaciais, sensoriamento remoto e tecnologia.

Columbus é um laboratório de grande porte. Possui um comprimento total de 6.8 metros e seu diâmetro é de 4.4 metros. Seu peso, no momento do lançamento, é de 12.7 toneladas e pode acomodar até 9 toneladas entre experimentos e equipamentos.

Para a montagem do Columbus do lado externo da ISS, a Nasa programou três atividades extraveiculares (EVAs ou passeios espaciais). A construção do módulo estará sendo comandada pelo astronauta alemão Hans Schlegel, que durante a primeira missão externa auxiliará na instalação e efetuará a energização do laboratório. Segundo os engenheiros norte-americanos, o "passeio" externo de Schlegel poderá ser um dos mais longos da história da ISS.

Uma vez ativado, o controle do Columbus passará para o Centro de Controle Columbus, da ESA, localizado nas dependências do Centro de Operações Espaciais da Alemanha, em Oberpfaffenhofen, próximo a Munique.


Acompanhe toda a missão
Como das vezes anteriores, todos os passos desta importante missão espacial também serão transmitidos ao vivo e poderão ser acompanhados aqui no Apolochannel, que retransmite continuamente a NASA-TV.

O lançamento está programado para o dia 6 de dezembro às19h31 pelo Horário de Brasília e o acoplamento à ISS deverá ocorrer na tarde de sábado, dia 8 às 16h14, quando ambas as naves estiverem sobre a Austrália. Portanto, não percam. Toda a operação poderá ser acompanhada ao vivo aqui no Apolochannel.

Fotos: No topo, concepção artística do Laboratório Columbus em funcionamento. Acima, Centro de Controle Columbus, na Alemanha. Clique para ampliar.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Existem velas que iluminam tudo, menos o próprio candelabro" - Hebbel