Quarta-feira, 29 out 2008 - 09h22

Marte: Inverno se aproxima e temperatura cai a 95 graus negativos

À medida que o inverno marciano se aproxima e o dia se torna mais curto, o frio começa a ser sentido com mais intensidade na região ártica do planeta, onde a sonda Phoenix Mars Lander está em atividade desde maio de 2008. As noites estão mais longas e ontem à noite os sensores do explorador detectaram 95ºC negativos no local do pouso. Com menos incidência de luz solar, menos energia é gerada o que obrigou os engenheiros a desligarem parte dos equipamentos para reduzir o consumo.

Braço Robótico e paisagem marciana

Para conservar a energia, os controladores do JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, estão suspendendo a operação de alguns sistemas importantes da Phoenix e o primeiro a ser desligado foi o aquecedor que mantém o braço robótico na temperatura correta de operação e pronto para ser usado. A parada do aquecedor proporcionou uma redução de 250 watts de energia.

Nas próximas semanas, mais três aquecedores de sobrevivência serão desligados, um de cada vez, com o objetivo de economizar o máximo de energia e estender possíveis missões do explorador. Como a prioridade dos engenheiros é manter em atividade a câmera estereográfica de alta resolução, seu sistema de aquecimento será o penúltimo a ser desligado.

O último sistema que será paralisado será o aquecedor do núcleo central, que mantém a temperatura dos computadores de bordo e das baterias da nave. Quando isso acontecer a sonda estará à mercê de Marte.


Energia Solar
A Phoenix é uma sonda alimentada por energia solar, que mantém suas baterias à plena carga. Sem Sol, as baterias não se carregam e os sistemas não podem funcionar.

Da mesma maneira que a Terra, Marte também tem estações climáticas e devido à inclinação do eixo apresenta o mesmo fenômeno que ocorre nos pólos terrestres, que permanecem ensolarados ou mergulhados na escuridão por longos períodos de tempo.

No dia 1 de setembro de 2008 o Sol tocou o horizonte do pólo marciano e dia após dia o tempo de insolação vem diminuindo. No dia 3 de abril de 2009 o Sol não nascerá mais no horizonte e não iluminará mais os painéis solares da Phoenix. Quando isso acontecer a temperatura ao redor da Phoenix deverá cair a 160 ºC negativos.


Plano B
Antes que as baterias esgotem totalmente, no entanto, os computadores de bordo darão o último comando da missão, instruindo um pequeno circuito, conhecido como watch dog timer (cão de guarda temporizado) a "acordar" quando os primeiros raios de Sol voltarem a brilhar na região. Quando isso acontecer, um conjunto mínimo de instruções tentará acionar o sistema de recarga das baterias e se tiver êxito, enviará um comando para religar o computador principal.

Utilizando essa mesma seqüência, os jipes-robôs Spirit e Opportunity conseguiram acordar e se recuperar do longo inverno marciano. Se vai certo novamente ninguém sabe, mas é o que os cientistas do projeto estão torcendo para acontecer.


Foto: Captada pela câmera estereográfica de alta resolução no dia 10 de junho de 2008, a cena mostra o painel solar circular e o braço robótico da sonda Phoenix. Ao fundo, a paisagem marciana lembra os desertos da Terra. Crédito: Nasa/JPL-Caltech/University of Arizona.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax