Quinta-feira, 9 out 2008 - 09h22

Messenger envia mais imagens inéditas do planeta Mercúrio

Três dias após passar a menos de 200 km da superfície de Mercúrio, a sonda interplanetária Messenger continua impressionando os cientistas pela alta qualidade das fotos captadas. A maioria das cenas nunca haviam sido vistas pelo Homem e são um verdadeiro tesouro científico, que só agora começa a ser desvendado.

Mercúrio - Limbo Planetário

Imagens inéditas
A imagem acima mostra uma região de Mercúrio nunca antes observada pelos cientistas. Desta perspectiva, o norte se encontra à direita e é possível ver o limbo do planeta contrastando contra o céu negro.

No primeiro plano vemos o terreno rugoso e fortemente craterado, com destaque para uma grande bacia de impacto de anel duplo, vista na parte inferior da cena. A paisagem ao longe é uma região formada por planícies jovens e tectonicamente modificadas, pontilhada por pequenas crateras. A origem da planície ainda é desconhecida e é uma das muitas perguntas que a equipe da Messenger pretende responder.

Cratera Vivaldi em Mercúrio

Vivaldi
A foto acima mostra Vivaldi, uma das mais impressionantes crateras registradas durante a recente aproximação da sonda. Em janeiro de 2008 a Messenger já havia orbitado sobre Vivaldi, mas a cratera estava mergulhada na escuridão e a iluminação natural não permitiu o registro de tantos detalhes.

Desta vez a região experimentava os raios oblíquos do pôr-do-Sol, o que realçou ainda mais a dramaticidade da cena. Nela, longas sombras podem ser vistas se projetando no interior da cratera, permitindo uma impressão bastante precisa da profundidade de Vivaldi.

A cratera tem 213 km de diâmetro e é considerada uma pequena bacia de anel duplo. O baixo ângulo do Sol também destaca os vales, encostas e cadeias de crateras menores que se espalham ao redor de Vivaldi.


Preenchendo Buracos
Na década de 1970, a sonda norte-americana Mariner 10 fez três aproximações de Mercúrio e escaneou 45% de um dos seus hemisférios. Devido a geometria das aproximações, uma grande fatia de terreno nunca foi registrada, conforme mostra o mosaico abaixo.

Mosaico de imagens de Mercúrio feito pela Messenger e Mariner 10

Com as aproximações da Messenger, as regiões desconhecidas começaram a ser descobertas, preenchendo os "buracos" deixados pela Mariner 10. Assim, unindo os dados das duas sondas, os cientistas esperam compreender melhor os processos que formaram a superfície do planeta.


Fotos: Na imagem do topo cada pixel representa 440 metros e foi feita quando a Messenger se encontrava a 16300 km de altitude. O primeiro plano tem aproximadamente 450 km de largura. A cena da cratera Vivaldi foi feita a 9600 km de altitude, com resolução 250 metros por pixel. Ambas as cenas foram captadas pela câmera NAC, de ângulo estreito. Clique para ampliar. Créditos:NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory/Carnegie Institution of Washington.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy