Procure no Apolo11
Quarta-feira, 20 jul 2022 - 09h51
Por Rogério Leite

Meteoroide atinge telescópio James Webb e deixa danos irrecuperáveis em um dos espelhos

Relatório de status do telescópio espacial James Webb, publicado pela Nasa, confirmou que um pequeno fragmento de rocha espacial atingiu um dos espelhos do instrumento, manchando parte da superfície polida.

Conjunto de espelho do telescópio espacial James Webb, tendo ao fundo uma das primeiras imagens registradas pelo instrumento. Crédito:Nasa
Conjunto de espelho do telescópio espacial James Webb, tendo ao fundo uma das primeiras imagens registradas pelo instrumento. Crédito:Nasa

O impacto ocorreu entre os dias 23 e 25 de maio de 2022 e de acordo com a agência espacial americana, provocou danos irreparáveis em parte do espelho C3. Segundo a Nasa, embora grave do ponto de vista estrutural, o pequeno amassado deixado pelo impacto não parece ter inibido o desempenho do telescópio.

Desde que foi lançado, em 25 de dezembro de 2021, o Telescópio Espacial James Webb (JWST)já foi atingido por pelo menos 19 pequenos fragmentos rochosos, incluindo esse maior, que deixou danos visíveis em um dos 18 espelhos banhados a ouro.


Impactos Comuns - mas graves
Pequenas rochas que vagam pelo espaço, chamadas de micrometeoroides, são uma ameaça muito familiar para naves espaciais em órbita próxima à Terra. Para se ter uma ideia do perigo, a Rede de Vigilância Espacial, dos EUA, mantém sob observação constante mais de 23 mil pedaços de detritos orbitais maiores que o tamanho de uma bola de ping pong, no entanto, existem milhões de microfragmentos quase impossíveis de serem detectados.

Antes e depois do impacto do meteoroide: o dano ao espelho C3 pode ser visto na imagem da direita, no canto inferior direito. Crédito: NASA
Antes e depois do impacto do meteoroide: o dano ao espelho C3 pode ser visto na imagem da direita, no canto inferior direito. Crédito: NASA

Inevitavelmente, qualquer espaçonave encontrará micrometeoroides em seu caminho e até agora, seis deles deixaram "deformidades" perceptíveis nos espelhos do JWST, o que totaliza cerca de um impacto perceptível por mês desde que foi lançado.


Impactos Intencionais
Ao construir o telescópio, os engenheiros atingiram intencionalmente amostras de espelhos similares aos usados no JWT com objetos do tamanho de micrometeoroides para testar como esses impactos afetariam o desempenho da estrutura.

No entanto, o meteoroide que atingiu o espelho C3 era muito maior que o esperado pelos construtores, que agora estão estudando o impacto que novos choques como esse poderiam causar no JWST.

O novo relatório foi assinado por mais de 200 cientistas que trabalham na NASA, na Agência Espacial Europeia e na Agência Espacial Canadense, além de outras instituições científicas de todo o mundo. O relatório afirma que apesar do impacto inesperado no espelho C3, o telescópio está funcionando perfeitamente e deverá continuar seu trabalho nas observações fundamentais para a compreensão da formação e evolução de galáxias, estrelas e sistemas planetários.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2023

"A arte é um sonho em que não há o que sonhar e em que tudo é real, até o sonho" - Jean-Louis Barrault -