Quarta-feira, 21 dez 2011 - 11h28

Missão Kepler bate recorde e encontra planetas similares à Terra

A missão espacial Kepler deu um importante passo na busca por planetas extrasolares e finalmente localizou os primeiros planetas com dimensões similares à Terra. Apesar de inóspitos, a descoberta confirma que planetas desse porte podem ser detectados com as técnicas disponíveis atualmente.

Batizados oficialmente como Kepler-20e e Kepler-20f, os novos objetos se localizam a cerca de 1000 anos-luz da Terra na direção da constelação de Lira. Segundo o estudo, a distância desses objetos até a estrela mãe é muito pequena, situando-os fora da Zona habitável.

Kepler-20e orbita a estrela a cada 6.1 dias e Kepler-20f a cada 19.6 dias. Essas características de translação indicam que os planetas são muito quentes. Enquanto Kepler-20f tem temperatura de 426 graus, similar à média do período diurno de Mercúrio, Kepler-20e, com mais de 760 graus, faria o vidro derreter em sua superfície.

Com base nas características orbitais analisadas, os pesquisadores acreditam que os objetos sejam planetas rochosos. Kepler-20e é ligeiramente menor que Vênus, medindo 0.87 vezes o raio da Terra. Kepler-20f é um pouco maior que nosso planeta, com raio 1.03 vezes maior.


Sistema Solar Kepler-20
A estrutura gravitacional onde se localizam os novos objetos consiste em um sistema solar composto de 5 planetas, chamado Kepler-20.

Nesse sistema, três outros planetas são maiores que a Terra, mas menores que Netuno. Kepler-20b é o planeta mais próximo da estrela, Kepler-20c o terceiro e Kepler-20d o quinto. Cada um deles orbita a estrela mãe a cada 3.7, 10.9 e 77.6 dias respectivamente e todos os cinco objetos cabem em um espaço similar ao raio da órbita de mercúrio.

A estrela que esses planetas orbitam é do tipo-G, parecida com nosso Sol, mas é ligeiramente menor e mais fria.

Ao contrário do nosso Sistema Solar, onde os planetas menores e rochosos orbitam mais próximos do Sol e os gigantes gasosos mais longe, em Kepler-20 as coisas são um pouco diferentes. Ali, os astros estão organizados de maneira pouco convencional, com planetas grandes e pequenos ocupando posições alternadas.

"Os dados do Kepler nos mostra que alguns sistemas planetários podem ter arranjos diferentes daquele que conhecemos em nosso Sistema Solar", disse o pesquisador Jack Lissauer, cientista planetário e membro da missão Kepler junto ao Centro de Pesquisas Ames, da Nasa.


Exoplanetas
Até agora (2011), já foram catalogados 708 exoplanetas além de 1235 candidatos, mas os estudos mostraram que a maioria desses objetos apresenta condições inóspitas à existência de vida tal como é concebida em nosso planeta. Os astros detectados até agora são, em sua maioria, do tamanho ou maior do que Júpiter e suas órbitas são muito próximas da estrela-mãe.

Somente a sonda Kepler já localizou mais de 1230 candidatos a exoplanetas. Destes, aproximadamente 80 seriam similares à Terra e 5 deles estariam situados na zona habitável, onde a distancia até a estrela-mãe permite que a água seja encontrada em estado líquido.


2 Bilhões de Planetas
Planetas que orbitam estrelas são muito mais comuns do que se imaginava. Baseado em dados da sonda Kepler, um estudo publicado no início de 2011 concluiu que somente na Via Láctea pode ter cerca de 2 bilhões de planetas com tamanho semelhante ao nosso, havendo ainda cerca de 50 bilhões de galáxias no universo observável.


Artes: no topo, comparação da Terra e Vênus com os novos exoplanetas descobertos. Na sequência, gráfico mostra a evolução na descoberta de novos planetas. Crédito: Nasa, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe