Quarta-feira, 12 jan 2011 - 10h55

Nasa confirma existência de novo planeta a 560 anos-luz da Terra

A missão do telescópio espacial Kepler deu um importante passo no estudo de planetas além do Sistema Solar e depois de oito meses de observações fez sua primeira descoberta de um planeta rochoso com tamanho similar ao da Terra. Batizado de Kepler-10b, o objeto é 40% maior que a Terra e orbita a estrela-mãe 20 vezes mais próximo que Mercúrio orbita o Sol.

exoplaneta Kepler-10b

Localizado entre as constelações de Cignus e Lyra, Kepler-10b é o menor planeta já descoberto fora do Sistema Solar. De acordo com os pesquisadores, o objeto se localiza a 560 anos-luz da terra e executa uma revolução ao redor da estrela a cada 0.84 dias. Kepler-10b não se encontra dentro da zona habitável, uma região no espaço em que a distância do planeta até a estrela permite que a água possa existir em estado líquido.

A estrela-mãe é muito parecida com nosso Sol em termos de temperatura e massa, mas é na de idade. Enquanto o Sol tem cerca de 4.5 bilhões de anos, a estrela hospedeira de Kepler-10b é muito mais velha, com cerca de 10.9 bilhões de anos.

"As melhores ferramentas da missão Kepler convergiram para produzir a primeira evidência concreta da existência de um planeta rochoso que orbita uma estrela diferente do Sol", disse a cientista Natalie Batalha, ligada ao Centro de Pesquisas Ames, da Nasa. Batalha é a principal autora do trabalho, publicado esta semana na revista científica Astrophysical Journal.

A descoberta de Kepler-10b foi possível através da detecção na mudança do brilho da estrela, que diminui quando um planeta passa à frente do disco solar. Calculando a quantidade de vezes que esse brilho é modificado, os pesquisadores conseguem determinar a velocidade de translação, a distância até a estrela, o tamanho e a massa do objeto.

No entender de Douglas Hudgins, cientista do programa Kepler junto à Nasa, a descoberta de Kepler 10-b é um marco significativo na busca por planetas semelhantes ao nosso. "Embora o planeta não esteja na zona habitável, essa emocionante descoberta evidencia os tipos de achados possíveis graças à missão da sonda e comprova a promessa de que muito mais novidade vem por aí", disse Hudgins.


Imagem e vídeo: No topo, concepção artística mostra as possíveis feições do planeta Kepler 10-b. Acima, vídeo da Nasa mostra um pouco mais sobre a descoberta. Créditos: Nasa/Apolo11.com

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Existem velas que iluminam tudo, menos o próprio candelabro" - Hebbel