Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Sexta-feira, 15 abr 2005 - 06h50
Por

Nasa inicia testes com o novo tanque do ônibus espacial Discovery

Cercado de cuidados, a NASA - agência espacial americana - deu início ontem a uma série de testes críticos do tanque externo de combustível, redesenhado para remover todo excesso de espuma isolante, considerado a causa do acidente da nave Columbia em fevereiro de 2003.

Nenhum dos astronautas que participarão da próxima missão estava a bordo da Discovery durante o exaustivo dia de teste do tanque, um raro evento na história do programa dos ônibus espaciais americano. Enquanto toda a equipe se manteve protegida em salas à prova de fogo, oito inspetores checavam cuidadosamente a plataforma de lançamento, observando possíveis formações de gelo ou neve sobre o volumoso tanque externo.

A formação de gelo é extremamente perigosa e pode até mesmo ser fatal, se durante o lançamento, algum pedaço partir e se chocar contra os revestimentos externos do tanque ou da nave.

Durante os testes de ontem, o novo administrador da NASA, Michael Griffin, em seu primeiro pronunciamento desde que assumiu o comando da agência, confirmou que os preparativos para o regresso das atividades do ônibus espacial é a mais alta prioridade do órgão.

Testes
Pela manhã, os técnicos começaram a encher o tanque externo da Discovery, um gigantesco tubo alaranjado de 50 metros de comprimento, com quase 2 milhões de litros de oxigênio e hidrogênio líquidos.

Antes de começar a encher o tanque, os controladores da missão tiveram que aguardar por mais de 3 horas, devido à possibilidade de serem atingidos por uma tempestade na região da Flórida.

O combustível deverá permanecer no tanque até que a contagem regressiva simulada atinja a marca de T-31 segundos durante a madrugada. Após isso, metade do combustível será drenado para uso futuro e a outra metade deverá se dissipar no ar.

Em 1998 foi a última vez que esse teste aconteceu, também com a nave Discovery. O teste de ontem não incluiu o acionamento de qualquer um dos motores da nave.

O objetivo da NASA é verificar como o novo desenho do tanque reage ao combustível criogênico, e como o gelo ou a neve pode afetar as partes exteriores. Os engenheiros estão especialmente interessados nas áreas do tanque onde pedaços de espuma foram removidos ou aplicados de forma diferente da convencional, para evitar que pedaços grandes possam se partir durante o lançamento.

Em 2003, uma peça de espuma isolante de aproximadamente 800 gramas atingiu a asa esquerda da nave Columbia, abrindo uma rachadura por onde penetraram gases atmosféricos extremamente aquecidos, produzidos durante a fase de re-entrada, duas semanas depois. O incidente provocou a morte dos sete astronautas e a suspensão de todos os vôos tripulados nos EUA.

A Discovery está programada para ser lançada após o dia 15 de maio, em uma missão de reparos e abastecimento da estação espacial internacional IIS. Os controladores da missão devem confirmar nos próximos dias a data exata do lançamento.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Nada é pequeno demais para uma criatura tão pequena quanto o homem" - Samuel Johnson