Sexta-feira, 30 dez 2011 - 09h06

Nasa: sondas gêmeas entram na órbita lunar no Ano-Novo

A dupla de sondas americanas Grail-A e Grail-B finalmente atingiram o ponto de inserção na órbita lunar e juntas passarão a orbitar nosso satélite a partir do primeiro dia de 2012. As naves foram lançadas em outubro de 2011 com o objetivo de mapear a gravidade da Lua e determinar sua estrutura.

Viajando neste momento a 1200 km/h, a sonda GRAIL-A se encontra a 49 mil km da superfície da Lua, enquanto GRAIL-B, sua irmã gêmea, está 20 mil km mais distante, viajando a 1228 km/h.

As naves foram lançadas em 10 de outubro de 2011 e estão agora na fase final para entrarem na órbita da Lua. A primeira a fazê-lo será a sonda GRAIL-A, no dia 31 de dezembro às 19h21 BRT. No dia seguinte será a vez da GRAIL-B, que entrará em órbita às 20h05 BRT.

Durante a fase final da aproximação, ambos os orbitadores estarão se movendo em direção ao polo sul lunar.

De acordo com o Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL, a inserção de GRAIL-A levará cerca de 40 minutos, quando o acionamento dos foguetes reduzirá a velocidade da nave para 688 km/h. 25 horas depois GRAIL-B acionará seus retrofoguetes por 31 minutos, reduzindo a velocidade para 691 km/h.

A manobra de inserção colocará cada nave em uma órbita elíptica quase polar, com um período de revolução de 11.5 horas. Nos dias seguintes, sinais de telecomando ordenarão uma série de pequenas ignições, que farão o período orbital das sondas cair a menos de 2 horas.

Segundo o cronograma, a fase científica da missão terá início em março de 2012, quando as naves estiverem a em uma órbita circular quase polar, a uma altitude de apenas 55 km da superfície da Lua.

Missão
A missão GRAIL (Gravity Recovery And Interior Laboratory) é um estudo sem precedentes da estrutura da Lua. Para isso as espaçonaves orbitarão nosso satélite durante 9 meses, coletando importantes dados sobre a crosta e núcleo lunar.

Quando em órbita, as gêmeas GRAIL-A e GRAIL-B percorrerão 4.2 e 4.3 milhões de quilômetros cada uma e durante essa jornada enviarão sinais de rádio que definirão com extrema precisão a distância entre elas. O objetivo será criar um mapa altamente preciso do campo gravitacional através da dilatação e contração da distância entre as sondas, provocadas por minúsculas variações regionais da gravidade.

A técnica utilizada na análise gravitacional é inédita e deverá fornecer dados 100 vezes mais precisos para a região do lado visível da Lua e pelo menos 1000 vezes mais acuradas para o lado oculto.

Além disso, o estudo também permitirá aos cientistas entenderem melhor a estrutura do interior da Lua, desde a crosta até o núcleo, aumentando o conhecimento sobre sua evolução termal.

"A missão GRAIL vai desvendar não só os mistérios lunares, mas permitirá uma melhor compreensão da Terra e de outros corpos rochosos", disse a cientista Maria Zuber, principal investigadora das sondas Grail junto ao Instituto de Tecnologia de Massachussets, MIT.


Novidades
Esta será a primeira vez que uma agência espacial tentará uma série de manobras complexas de duas espaçonaves robóticas fora da órbita da Terra. A tarefa é considerada bastante delicada já que a posição de inserção dentro da órbita lunar e as distâncias entre as sondas são fundamentais para o sucesso da missão.

Escolas
Além da intrincada operação, a missão irá proporcionar uma oportunidade única para os estudantes de ensino médio dos EUA. A bordo de uma das sondas foi instalada uma câmera operada remotamente que permitirá aos alunos fazerem fotos da Lua para serem usadas durante as aulas. A ideia partiu da primeira astronauta americana Sally Ride, que está coordenando o projeto, batizado de MoonKan.

Toda a operação de inserção na órbita lunar será transmitida ao vivo pelo Apolochannel, que retransmite a Nasa-TV. Não perca!


Mídia: No topo, concepção artística mostra como será a formação da missão Grail ao redor da Lua durante as operações de coleta de dados. Na sequência, a sonda GRAIL-A é suspensa para trabalhos de inspeção antes de embarcar no foguete Delta-2 que a colocou em órbita. Em segundo plano, a sonda GRAIL-B. Acima, vídeo apresenta parte do projeto GRAIL. Créditos: Nasa/JPL, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Ler é entrar num continente que já foi percorrido por uma quantidade de pessoas antes, mas que continua virgem, de uma certa maneira" - José Saramago