Quarta-feira, 1 jul 2015 - 09h21
Por Rogério Leite

New Horizons: nave acelera para chegar mais rápido a Plutão

Na noite de terça-feira, a sonda New Horizons ficou 27 centímetros por segundo mais rápida, depois que ligeira correção foi feita pelos engenheiros da missão. Agora, a sonda está a caminho do alvo, guiada unicamente pelas forças da natureza.

Plutao e Caronte
Clique para ampliar

O disparo dos foguetes foi programado com base em dados de telemetria enviados pela própria sonda e ocorreu 01h01 BRT de 30 de junho e teve duração de 23 segundos.

A manobra foi a última de uma série de três previstas e teve o objetivo de acelerar ligeiramente a New Horizons em cerca de 2.4 km/h. Embora seja um ajuste muito pequeno foi suficiente para corrigir o ponto de aproximação da sonda.

De acordo com nota divulgada pela JHAPL (Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins), responsável pela missão, a aceleração extra da New Horizons permitirá que a sonda chegue 20 segundos mais cedo ao ponto exato onde se pretende analisar a atmosfera de Plutão. Sem essa correção, a sonda coletaria dados 184 km além da localização ideal.

"Essas medidas dependem de sinais de rádio a serem enviados da Terra e precisam ser extremamente precisas", disse Lead Yanping Guo, projetista da nave junto ao JHAPL. "Para algumas análises a New Horizons precisará passar exatamente pela sombra da lua Caronte e um pequeno erro poderá prejudicar a coleta de dados", explicou Guo.

De fato, temporização e precisão são as chaves da missão New Horizons. Todos os comandos enviados de Terra serão armazenados na memória interna da sonda e deverão ser executados automaticamente a mais de 4.75 bilhões de quilômetros de distância.


Agora
Neste momento (1 de julho), a sonda está a 15.4 milhões de km de Plutão e a 4.74 bilhões de km da Terra, uma distância tão grande que os sinais enviados pela sonda levam 04h24 minutos para chegar até as antenas da Rede do Espaço Profundo, localizadas na Austrália, África do Sul e Argentina.

A telemetria mostra que todos os dispositivos de bordo operam de acordo com os valores nominais.

A New Horizons deverá atingir a máxima aproximação de Plutão em 14 de julho às 11:49:57 UTC (08:49:57 Horário de Brasília).

O encontro será muito rápido, já que a nave não entrará na orbita do planeta anão. No entanto, a quantidade de dados coletados será suficiente para décadas de estudos e novas descobertas. Até lá, novas imagens serão captadas e cada vez com maior riqueza de detalhes.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax