Quinta-feira, 22 jan 2009 - 08h18

O sol, Júpiter e uma Ejeção de Massa Coronal

Se você gosta de observar os planetas e estrelas durante as madrugadas mas não anda muito informado sobre onde se localizam os objetos, pode estar achando estranho a ausência do gigantesco e brilhante Júpiter. Afinal, observar e estudar o gigante gasoso é tarefa quase obrigatória para quem tem um telescópio ou luneta.

Realmente, Júpiter desapareceu das noites e por mais que você tente localizá-lo, não vai encontrar. Atualmente o planeta está ao nosso alcance somente durante o dia, mas está tão perto do Sol que qualquer tentativa de observação poderá causar sérios danos aos olhos. Por isso, nem tente. Existe um jeito muito mais fácil e seguro de ver o planeta.

Estamos falando do telescópio espacial Soho, que durante 24 horas por dia monitora o Sol e envia as imagens à Terra. Como atualmente o planeta está praticamente "colado visualmente" ao Sol, o telescópio Soho se torna o instrumento mais adequado para observar o movimento de Júpiter, que durante os próximos dias passará por trás da estrela.

Diariamente, através de processos automáticos o Apolo11 recebe as imagens captadas pelo Soho e as disponibiliza em formato animado, tornando mais interessante as observações do astro-rei, planetas e estrelas que passam à sua frente.


Júpiter e o Sol
A imagem acima mostra um frame registrado pelo instrumento Lasco C3, um coronógrafo de ângulo largo apontado diretamente para o Sol. A função do coronógrafo é estudar a coroa solar e consiste de um anteparo colocado à frente da lente do instrumento a fim de bloquear a intensa luz e possibilitar a observação apenas da coroa, mais fraca que a fotosfera, logo abaixo.

A cena mostra o planeta Júpiter ao lado do Sol, que aparece encoberto pelo anteparo do coronógrafo. Apesar de visualmente próximos, as distâncias envolvidas não deixam dúvidas: o Sol está a 149 milhões de quilômetros de distância enquanto Júpiter se localiza a 910 milhões de quilômetros, seis vezes mais distante.

O movimento de translação de Júpiter ao redor do Sol o posicionará totalmente atrás da estrela nos próximos dias, onde permanecerá por pouco tempo. Em seguida ressurgirá do lado oposto dando continuidade ao movimento.

Ejeção de Massa Coronal
Chama à atenção na imagem a emissão de flare solar de baixa intensidade ocorrido às 21h42.

Flare ou rajada solar é uma explosão que acontece quando uma gigantesca quantidade de energia armazenada em campos magnéticos, geralmente acima das manchas solares, é repentinamente liberada.

Os "flares" produzem uma enorme emissão de radiação que se espalha por todo o espectro eletromagnético, e se propaga desde a região das ondas de rádio até a região dos raios X e raios gama. Como consequência desses flares temos as chamadas Ejeções de Massa Coronal, enormes bolhas de gases ionizados com até 10 bilhões de toneladas, que são lançadas no espaço a velocidades que superam a marca de um milhão de quilômetros por hora.


Artefatos
Outro detalhe interessante é longo traço luminoso visto no lado superior da cena. Trata-se provavelmente de um meteoróide que cruzou o campo de visão das lentes do telescópio. Traços e brilhos efêmeros também podem ser produzidos por partículas de alta energia que ao cruzar o coronógrafo sensibilizam o elemento ótico. Não é fácil distinguir visualmente o traço produzido por um meteoróide daquele causado por partículas carregadas, mas normalmente objetos sólidos produzem traços mais longos, enquanto partículas carregadas produzem brilhos aleatórios e traços mais curtos.

Para ver as imagens de Júpiter através das lentes do Soho, clique aqui

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy