Quarta-feira, 16 set 2015 - 11h12
Por Rogério Leite

Olhe para o céu: Lua Crescente é destaque no firmamento

Embora a Lua Cheia seja admirável, os melhores momentos para observa-la são nas fases crescente e minguante, quando os raios de Sol atingem o satélite lateralmente. Com um pequeno binóculo ou luneta, os detalhes simplesmente saltam aos olhos!

Lua Crescente
Clique para ampliar

A partir de hoje, a Lua estará entrando na fase crescente e no próximo dia 20 atingirá o ápice desta fase.

Este é sem dúvida um dos melhores momentos para observar a Lua, principalmente se você tiver um pequeno binóculo ou luneta. É que o ângulo que a luz solar atinge o nosso satélite ilumina de forma oblíqua suas feições, permitindo a observação dos relevos das montanhas, mares e crateras, principalmente ao longo da linha do terminador, a zona entre o dia e a noite na Lua.

Após o ápice da fase crescente, mais partes da Lua serão reveladas pela luz do Sol e cerca de sete dias depois a Lua já estará 100% iluminada, tornando-se muito bela e brilhante, mas pouco interessante para observação, já que a iluminação direta reduz a percepção de detalhes de suas feições.


O que ver na Lua?
Nestes primeiros dias da fase crescente, uma observação superficial já irá revelar duas feições importantes e gigantescas da paisagem lunar: o Mar das crises e o Mar da Fecundidade.

Mar das Crises ou Mare Crisium é um "mar" lunar com 555 km de diâmetro, localizado na bacia das crises. Estudiosos acreditam que a feição foi criada depois do impacto de um meteoro ou cometa com 25 Km de diâmetro há cerca de 3.9 bilhões de anos. Mare Crisium é o único mar do lado visível da Lua que tem suas lavas basálticas cercadas por terras altas.

Mar da Fecundidade ou da Fertilidade é um "mar" com 840 km de diâmetro formado no período Nectárico, entre 3.85 e 3.92 bilhões de anos atrás. No lado oriental encontra-se a cratera Langrenus, enquanto no centro encontram-se as crateras Messier (A e B).

Onde está a Lua?

Nesta quarta-feira a Lua Crescente pode ser encontrada no quadrante oeste às 18h30, logo após o pôr do Sol. Como a Lua nasce cerca de 50 minutos mais tarde a cada dia, na quinta-feira ela estará, no mesmo horário, um pouco mais alta que no dia anterior.

Com um pouco de habilidade pode-se ver a Lua ainda durante o dia, nos momentos que antecedem o pôr do Sol.

Bons céus!

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe