Sexta-feira, 25 mai 2007 - 11h38

Prepare-se. Fim de semana tem show de planetas no céu!

Já imaginou poder ver a Lua e mais quatro planetas, todos ao mesmo tempo, em uma única noite, em um show gratuito? Se duvida, então prepare-se!

O céu deste final de semana promete ser um verdadeiro planetário ao ar livre, onde uma legião de corpos celestes poderá ser visto por qualquer mortal, logo depois do pôr-do-Sol. É o show dos Planetas!

Para ver esse espetáculo gratuito é só sair de casa e olhar para o lado Oeste, aquele próximo de onde o Sol se põe. Assim que escurecer, Mercúrio, Vênus e Saturno estarão se apresentando e poderão ser vistos praticamente alinhados, formando uma bela cena nestas noites que prometem ser frias. Completando o palco dos artistas celestes, a Lua, que servirá de guia para os menos acostumados com o as mega turnês planetárias.

O show não para. Enquanto os astros se mostram para os espectadores, e lentamente vão se despedindo, caindo abaixo da linha do horizonte, do outro lado, ao Leste, outro astro começa a despontar para brilhar por toda a noite. É Júpiter, que junto a uma legião de satélites ao seu redor, brilha forte e sem concorrentes.


O Show
Para ver todos os astros ao mesmo tempo, não é preciso ingresso, mas um bom horizonte ou lugares elevados. De todos os astros, Mercúrio é o mais difícil de ser observado. Está visualmente muito próximo do Sol, mas poderá ser visto com auxílio de um pequeno binóculo de boa qualidade ou por um observador mais atento. Aparentará ser uma estrela, mas na realidade é um corpo rochoso, a mais de 146 milhões de quilômetros de distância da Terra. Mercúrio é o planeta mais próximo do Sol. Palmas para Mercúrio!

Acima de Mercúrio temos Vênus, que brilha tanto que não há quem não o reconheça logo de primeira. Distante 123 milhões de quilômetros, sua magnitude atual é de -4.2, um verdadeiro farol no céu. Vênus tem legiões de fãs. Mais palmas, muitas palmas. Vênus merece!

Um pouco mais para cima, à direita, temos Saturno, um gigante de gás. A mais de 1.5 bilhões de quilômetros, brilha com magnitude de 1.2, mais fraco que Vênus, mas nem por isso menor. Enquanto Vênus tem um raio de 6 mil quilômetros, Saturno esnoba com 60 mil quilômetros de raio. Como se não bastasse, é rodeado por uma série de anéis, mas que só podem ser vistos com ajuda de um telescópio. Saturno é o mais belo planeta do Sistema Solar e merece muitas palmas, gritos e assobios!

Do outro lado do palco, cada vez mais alto, o astro maior da noite. Sim, é ele, o maior de todos os tempos, o gigante e esplendoroso Júpiter. E não vem sozinho. Com um pequeno binóculo, de boa qualidade já, dá pra ver que, acompanhando o Elvis da noite, quatro coadjuvantes completam a trupe. São eles os mini-astros Europa, Ganimedes, Io e Calisto. Outros menores, não são visíveis. Na Terra, os observadores estupefatos aplaudem a eminência e seu séqüito. Não é para menos. Júpiter brilha forte, com -2.2 de magnitude e seu tamanho é descomunal. Seu raio é de 71 mil quilômetros e se fosse oco, caberiam 2 mil Terras dentro dele. As palmas não cessam mais!

Agora que você já foi apresentado aos astros do fim de semana, não perca. O show é grátis e começa assim que o Sol se pôr, e só termina quando você quiser. Bons céus!

Veja também

  • Compare o tamanho dos planetas nesta escala do universo
  • Olhando para o céu: Sistema astronômico de magnitudes - Parte 1

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Se os outros desistem da aposta todas as vezes que em que você tem uma boa mão, é porque está escondendo o jogo" - Curtis Jonhson