Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Quarta-feira, 21 ago 2019 - 10h23
Por Rogério Leite

Prepare-se: vem aí o trânsito de Mercúrio na frente do disco solar

Um dos eventos astronômicos mais raros está prestes a acontecer. No dia 11 de novembro o planeta Mercúrio passará na frente do disco solar e poderá ser visto de todo o Brasil. Mas muita atenção nesta hora, porque olhar diretamente para o Sol não é uma brincadeira legal.

Diagrama mostra a passagem do planeta Mercúrio na frente do disco do Sol em 11 de novembro de 2019.
Diagrama mostra a passagem do planeta Mercúrio na frente do disco do Sol em 11 de novembro de 2019.

A passagem de Mercúrio pela frente do disco solar é um evento relativamente raro. A última vez que isso aconteceu foi em 2016, quando o planeta passou na frente do Sol e também pode ser observado de todo o Brasil.

O trânsito de 2019 ocorrerá em 11 de novembro de 2019 e terá início às 09h35 pelo Horário de Brasília (12h35 UTC), quando o disco mercuriano tocar a borda do Sol. Em seguida o planeta parecerá caminhando pela frente do disco iluminado e às 12h20 BRT terá completado a metade do trajeto. O transito termina às 15h04 BRT, quando disco planetário sumir na borda oposta da estrela. O tempo total estimado do trânsito é de 5 horas e 29 minutos.

Transito de Mercúrio
Os trânsitos de Mercúrio são relativamente raros e acontecem 13 ou 14 vezes por século, sempre nos meses de maio e novembro.

O primeiro trânsito de Mercúrio foi testemunhado em 7 de novembro 1631, previsto por Kepler em 1627. Infelizmente, o cientista faleceu em 1630 e não pode ver sua previsão confirmada.


Vendo o Trânsito
Mercúrio é um planeta muito pequeno e no dia do trânsito estará a 83 milhões de quilômetros da Terra. Nesta distância, seu diâmetro aparente será de 12 segundos de arco, cerca de 150 vezes menor que o disco solar. Isso significa que Mercúrio será visto como um pontinho bem pequeno na frente do Sol.

Se você é jovem, sua acuidade visual permitirá ver o trânsito sem muitas dificuldades, mas se já tem um pouquinho mais de idade, a observação se tornará bem difícil. Neste caso será necessário usar um binóculo, luneta ou telescópio. Mas muita atenção nesta hora: Observar o Sol sem proteção adequada poderá cega-lo permanentemente e isso não é brincadeira.

Para ver o trânsito ou observar manchas solares é preciso o emprego de óculos especial, capaz de atenuar em mais de 100 mil vezes o brilho da estrela. Fora do Brasil, estes óculos são facilmente encontrados, geralmente confeccionados em armação de papelão.


Máscara de Soldador
Na falta de óculos especiais pode-se usar uma máscara de soldador com filtro número 14, facilmente encontrada em lojas de ferragens e materiais de construção. Embora esses filtros tenham baixa qualidade óptica, permitem observar o Sol com segurança: basta colocar a máscara e olhar para a estrela.


Adaptações
Se você tiver habilidade poderá desmontar a máscara de soldador e retirar os filtros, adaptando-os na frente da luneta, telescópio ou binóculo, tomando o máximo de cuidado para não deixar aberta qualquer entrada de luz. Só faça isso se você tiver absoluta certeza do que está fazendo e de que tem as habilidades manuais necessárias. Na dúvida, peça auxílio a alguém experiente.


Ao vivo de São Paulo
O Apolo11 transmitirá o trânsito de Mercúrio ao vivo, diretamente do Observatório Solar Apolo11, a partir das 08h00. As imagens serão capturadas em tempo real no comprimento de onda H-alpha e transmitidas ao vivo em nosso Canal no Youtube. Durante a transmissão responderemos as dúvidas dos nossos usuários e também mostraremos imagens de outros observatórios.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A aventura pode ser louca; mas o aventureiro, para levá-la a cabo, há de ser muito equilibrado" - Chesterton