Sexta-feira, 9 fev 2007 - 10h07

Prepare seus binóculos e telescópios: Saturno é show no céu!

Pode até parecer um clichê romântico dizer que os opostos se atraem, mas quando se trata de Saturno a atração é imediata.

Neste final de semana, o gigante gasoso rodeado de anéis estará em oposição. Ou seja, haverá um alinhamento entre ele, o Sol e a Terra, com nosso planeta bem no centro. Quando isso ocorrer, Saturno atingirá seu ponto de maior aproximação com a Terra, situando-se a cerca de 1.2 bilhão de quilômetros de distância. Saturno estará grande e com brilho máximo, permitindo uma visão confortável até mesmo a olho nú.

Em fevereiro Saturno nasce no horizonte leste ao mesmo tempo que o Sol estará se pondo no lado oposto, permanecendo do firmamento durante toda a noite. Assim, ninguém vai precisar levantar no meio da noite para contemplar o astro. Os interesados já podem começar a observar o planeta algumas horas depois do pôr-do-Sol. Será muito fácil vê-lo, até mesmo nas cidades mais poluídas.

Durante os próximos meses Saturno será um alvo fácil, mas a menor distância entre a Terra e o gigante será mesmo neste sábado, dia 10.

Da mesma forma que a Terra, Saturno também rotaciona sobre um eixo inclinado. Assim, seus anéis aparecem para nós de forma diferente, dependendo da posição do astro com relação à Terra, da inclinação do próprio planeta e também da inclinação da Terra. Entre 1995 e 1996 os anéis estavam quase perpendiculares à Terra e se mostravam quase como um fio. Ano após ano foram se inclinando até que em 2003 atingiu a abertura máxima de 27 graus. Passou então a declinar novamente e continuará assim até 2009, quando novamente seus anéis ficarão praticamente invisíveis. Este ano a inclinação dos anéis estará entre 15.4 e 6.7 graus, portanto uma boa oportunidade para vê-los.

Outro bom motivo para ver Saturno é que seus anéis não estarão encobrindo o polo norte, tornando a observação mais interessante.


É fácil ver Saturno?
Sim. É fácil e a figura abaixo ajuda a localizar o planeta. O primeiro gráfico mostra Saturno acima do horizonte leste, às 20h30 de Brasília, logo após seu nascimento. Neste momento o Sol terá acabado de se pôr do lado oposto. Diversas constelações também estarão presentes e podem ser apreciadas, entre elas a de Câncer, do lado esquerdo acima de Saturno.

O segundo gráfico, visto abaixo, mostra a configuração do céu algumas horas mais tarde, às 22h30. Saturno já se encontra bem mais alto, acima da constelação do Leão, que horas antes, ainda nem havia nascido.

As melhores observações serão aquelas feitas por telescópios, mesmo de pequeno porte. Telescópios mais elaborados poderão mostrar detalhes muito interessantes dos anéis, entre elas a famosa Divisão de Cassini. Binóculos darão ao observador uma visão geral do céu e do planeta, mas será muito difícl distinguir detalhes. Com um pequeno telescópio será possível identificar Titã, o maior satélite de Saturno, com 5140 km de diâmetro e segundo maior do sistema solar.

Da mesma forma que o cometa McNaught, Saturno também pode ser fotografado, no entanto as condições são bem diferentes e vai necessitar do candidato a astrofotógrafo bastante paciencia e dedicação. Para fotografar o planeta é necessário adaptar a máquina fotográfica ao telescópio, realizando em seguida diversos testes de exposição. Devido ao movimento da Terra, o planeta se desloca pelo céu, dificultando o acompanhamento, mesmo assim vale a experiência. Afinal, por que é que você está lendo artigo ?

Boas observações !

Fotos: No alto, imagem de Saturno feita pela sonda norte-americana Voyager. Na segunda imagem, feita pelo astrônomo amador Alan Friedman, de Nova York, vemos uma seqüência de frames capturados entre 2004 e 2007 através de um telescópio de 10 polegadas. A imagem mostra claramente a mudança de ângulo de abertura dos anéis do planeta. Nos gráficos seguintes a posição do planeta no dia 10 de fevereiro de 2007. .

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe