Segunda-feira, 2 jun 2014 - 11h01
Por Rogério Leite

Revolucionário: SpaceX apresenta o novo Taxi Espacial reutilizável

A competição para se criar um novo modelo de cápsula espacial a ser utilizada pela NASA anda bastante acirrada e o mais novo competidor acaba de ser apresentado. Trata-se de uma espécie de taxi espacial, que poderá retornar à Terra e pousar tão suavemente como um helicóptero.

Taxi Espacial Dragon 2
Clique para ampliar

Batizado de Dragão Versão 2, a nova cápsula espacial tem capacidade de transportar até sete astronautas e apresenta uma série de recursos inovadores que podem ser considerados revolucionários.

De acordo com Elon Musk, projetista e fundador da empresa SpaceX, responsável pela construção da nave, tudo está sendo projetado a partir do zero, o que permitiu abandonar diversos métodos e conceitos considerados ultrapassados.

"Quando criamos a Dragon 1, não tínhamos qualquer ideia de como construir uma nave espacial. Nunca havíamos projetado algo parecido e atualmente a nave é um sucesso", explicou Musk, citando a nave robótica Dragon 1 atualmente usada pela NASA para enviar suprimentos à ISS.


Reentrada
Segundo Musk, a construção da Dragon 1 ensinou aos engenheiros tudo que era necessário para trazer um veículo espacial de volta à Terra em segurança, um processo complicado e muito difícil de ser realizado. Agora, Musk e sua equipe querem mudar esse jeito quase insano de reentrar uma nave e propuseram um grande salto nessa tecnologia.

Taxi Espacial Dragon 2 - Detalhe aproximado
Clique para ampliar

"A nova nave espacial foi concebida para ser reutilizável e deve ser capaz de aterrissar de volta com a precisão de um helicóptero. É assim que uma nave espacial do século 21 deverá pousar", disse Musk.

Para chegar a esse estado da arte, os engenheiros da SpaceX atualizaram o desenho do escudo térmico da cápsula e utilizarão propulsores chamados SuperDraco, que frearão fortemente a nave durante a reentrada, o que reduzirá o calor a ser absorvido pelo escudo. Além disso, os Superfraco ajudarão a diminuir a velocidade à medida que a cápsula se aproxima do solo, com objetivo de fazê-la praticamente levitar sobre o local de pouso.


Reutilizável
Depois de pousar, os retrofoguetes podem ser imediatamente recarregados, tornando a cápsula pronta para a próxima missão. "Isso é extremamente importante para revolucionar o acesso ao espaço. Enquanto continuarmos a jogar fora foguetes e naves espaciais, nunca teremos um verdadeiro acesso ao espaço e o processo todo sempre vai ser extremamente caro", explicou Musk.

Além de mudanças na forma de reentrar na atmosfera e pousar em segurança, a nova Dragon 2 será capaz de acoplar de forma completamente autônoma junto à estação espacial, mas também poderá ser manobrada pelo astronauta se for necessário.

Além da SpaceX, outras empresas aeroespaciais concorrentes, como a Boeing e a Sierra Nevada também estão desenvolvendo seus próprios táxis espaciais comerciais.

Ainda não há um vencedor e em breve a Nasa deverá tomar a decisão sobre qual empresa será a fornecedora das cápsulas,

Programa de tripulação comercial da Nasa é esperado para tomar uma decisão sobre quais veículos para avançar para a próxima fase, já que a Agência espacial americana quer realizar a primeira missão tripulada em 2017.



Artes: As fotos mostram o protótipo da Dragon 2, como apresentado pela empresa SpaceX em 29 de maio de 2014. Créditos: SpaceX, Apolo11.com.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe