Terça-feira, 4 abr 2006 - 07h47

Risco de colisão faz cientistas catalogarem asteróides mais perigosos

Cientistas russos e de mais doze países começam a partir desta semana a difícil tarefa de catalogar todos os asteróides que possam, de alguma maneira, representar uma ameaça para a Terra, como uma grande aproximação ou mesmo uma colisão.De acordo com oInstituto de Astronomia Aplicada da Academia de Ciências da Rússia, o catélogo completo deve ficar pronto em 2008.

Uma vez pronto, o catálogo conterá toda a descrição de cada asteróide e principalmente dados keplerianos sobre sua órbita. Segundo Andrei Filkenshtein, diretor do instituto, de posse dessas dados será possível saber com exatidão a posicão de qualquer asteróide e calcular se um dia poderia se aproximar da Terra e a que distância.

Há cerca de 10 anos, Rússia, Estados Unidos e Japão já desenvolvem programa de proteção e combate contra a ameaça de asteróides. A criação deste catálogo deverá ser de extrema importância por permitir contra-medidas que impeçam a colisão de algum corpo extraterreste com a Terra.

Segundo Filkenshtein, este trabalho permitirá estudar as órbitas de todos os asteróides, e se for o caso,modificá-las, seja através de bombardeamento com mísseis nucleares ou enviando pessoal especializado até o asteróide, com a intenção de perfurá-los e destruí-los com carga atômica, exatamente como no filme Armageddon.


Mais perigosos
O cientista relatou que os mais perigosos são os asteróides da classe AC3, pois 66% deles "representam uma ameaça para a Terra, porque suas órbitas se cruzam".

"Se um asteróide se aproximasse da Terra ocorreria uma catástrofe. O mais perigoso de todos é o N29075, de 1,1 quilômetro de diâmetro, pois existe a possibilidade de que ele se choque com a Terra no ano de 2880", disse o cientista.

Filkenshtein também informou que a Rússia está colocando em andamento um programa federal para a ameaça representada pelos asteróides e cometas, com cooperação da Agência Espacial Russa, a Academia de Ciências, o Ministério da Defesa e empresas da indústria militar.

Foto: Asteróide 951 Gaspra, de 19 km de diâmetro, fotografado pela sonda Galileo.


Veja ao vivo
Diariamente o Apolo11 retransmite as imagens da NASA-TV. Aqui você pode acompanhar todos os passos, desde o lançamento até o acoplamente entre as naves. Continue assistindo ao vivo e não perca nenhum lance !
NASA-TV


Rastreie a Estação
Para quem gosta de rastrear satélites, o Apolo11.com também mantém uma página especial, onde além de poder acompanhar a posição atual da ISS, também mostra com antecedência quando ela passará próxima às capitais brasileiras. Sabendo isso você pode captar seus sinais e se o momento for adequado, poderá até mesmo vê-la !
Clique e saiba mais


Leia Também:

  • Meio Ambiente
  • Mudanças Climáticas
  • Energias Alternativas
  • Invenções e Descobertas
  • Arqueologia
  • Curiosidades
  • Terremotos on-line
  • Terremotos
  • Aventuras
  • O Brasil no espaço
  • Ônibus Espacial Discovery
  • Matérias sobre a ISS
  • Rastreie a ISS
  • Conheça os planetas
  • Sobre o telescópio Hubble
  • Tecnologia e exploração espacial
  • Brasil no Espaco
  • Sonda Stardust
  • Exploração Plutão
  • Exploração a Saturno
  • Exploração a Marte
  • Exploração a Júpiter
  • Notícias em Destaque

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax