Segunda-feira, 27 nov 2006 - 06h29

Russos mudarão altitude da ISS na quinta-feira

Para facilitar o acoplamento da nave Discovery, marcado para a segunda semana de dezembro, técnicos do CCVE, Centro de Contrle de Vôos Espaciais, da Rússia, elevarão, nesta quinta-feira, a órbita da Estação Espacial Internacional - ISS.

A manobra usará a força dos foguetes da nave Progress e elevará a órbita da ISS em aproximadamente 8 mil metros. Além da mudança de altitude, os engenheiros deverão corrigir também a inclinação da estação.

Os propulsores da Progress tem força suficiente para elevar o complexo a mais de 430 km de altitude.

A operação será realizada na quinta-feira, às 21h02 (Hora de Brasília) e será dirigida pelo centro de controle russo, localizado na cidade de Koroliov, a 15 quilômetros ao nordeste da capital Moscou.

A Discovery será lançada no próximo dia 7 de dezembro. Com a elevação da órbita da ISS, os cientistas envolvidos na operação esperam reduzir a quantidade de combustível usado nas manobras para aproximação e acoplamento.

A operação não terá a intervenção dos tripulantes a bordo da ISS, atualmente formada pelo russo Mikhail Tyurin, o norte-americano Michael López-Alegria e o astronauta da Agência Espacial Européia, o alemão Thomas Reiter.

De acordo com o CCVE, a ISS deverá ser colocada em seu ponto nominal máximo, 360 quilômetros acima da superfície, considerado ideal para o acoplamento das naves americanas.

Normalmente, a altitude da ISS situa-se entre 320 e 360 quilômetros, mas diversos fatores tendem a fazer com que o complexo espacial perca altura diariamente. Entre os principais estão a força de atração gravitacional da Terra e a foça de arrasto causada pelo atrito com as partículas ainda presentes nas altas camadas da atmosfera.

Diariamente a ISS perde entre 100 e 150 metros de altitude.

Durante a manobra outros parâmetros deverão ser corrigidos. Além da altitude, a ISS será novamente orientada com relação ao Sol e ao eixo terrestre. A elevação da órbita causará uma mudança na velocidade de deslocamento da estação e consequentemente em seu período de revolução sobre a Terra, que também deverão ser corrigidos.

Fotos: Dois momentos da ISS. A primeira imagem mostra o complexo espacial em julho de 2005. Nela vemos os dois painéis solares responsáveis pela alimentação da estação. A segunda imagem, feita em setembro de 2006, mostra os dois novos painéis instalados recentemente. O novo conjunto dobrou a capacidade de geração de energia, captada do sol.

Veja ao vivo !
Toda a operação de correção de altitude será transmitida pela NASA-TV, que você acompanha aqui no Apolochannel , a primeira TV brasileira de informação científica.

Veja a ISS !
Você sabia que é possível ver a ISS a olho nú? Então clique aqui e confira !

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy