Segunda-feira, 24 out 2011 - 10h44

Sem núcleo, cometa Elenin reaparece em forma de nuvem

Após diversas tentativas mal sucedidas de detectar o material remanescente do cometa Elenin, a primeira foto nítida do objeto já começa a circular nos meios astronômicos. A cena mostra uma longa e tênue nuvem de vapor entre as estrelas, comprovando a sublimação total do núcleo do cometa.

Nuvem de fragmentos do cometa Elenin C/2010 X1
Clique para ver a animação

A imagem foi registrada no dia 22 de outubro de 2011 pelo observador de satélites e astrônomo amador italiano Ronald Ligustri, que utilizou um dos telescópios robóticos da rede mundial GRAS, instalado no Novo México. Para captar o brilho quase invisível do cometa. Ligustri fez uma série de seis imagens com 300 segundos de exposição cada uma e em seguida "empilhou" os frames para obter uma única imagem.

O resultado mostra uma nuvem de fragmentos quase invisível na posição onde deveria estar o cometa, tendo ao lado a estrela variável HIP 37629, a sigma da constelação de gêmeos, vista na foto em tom avermelhado. Cálculos de brilho indicam que o material remanescente está próximo à magnitude 16, ainda menos intenso que o esperado.

A foto de Ligustri não deixa mais dúvidas que após a passagem pelo periélio, em 10 de setembro de 2011, Elenin teve seu núcleo esfacelado e foi totalmente pulverizado. No momento da foto o cometa estava a cerca de 40 milhões de quilômetros da Terra.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron