Quinta-feira, 17 fev 2005 - 09h33

Sismólogos registram terremoto de 4.4 graus no Amazonas

O Parque Nacional do Jaú, na parte central do estado do Amazonas, foi palco do mais forte terremoto a atingir o Brasil em quase seis anos.

Os sismógrafos operados pelo Observatório Sismológico (SIS) da Unb - Universidade de Brasília registraram, no dia 8 de fevereiro, um sismo de magnitude 4,4 na escala Richter. O evento ocorreu às 16h04 (hora de Brasília). O epicentro esteve a 18 quilômetros de profundidade.

“Foi o mais forte observado no Brasil desde o sismo de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, em 15 de março de 1999, que também teve magnitude registrada de 4,4”, disse o professor Vasile Marza, do SIS, à Agência Fapesp.

O SIS opera na Amazônia uma rede sismográfica composta pelas estações de São Gabriel da Cachoeira (AM), Balbina (AM), Samuel (RO), Tucuruí (PA) e Porto dos Gaúchos (MT).

O epicentro foi em uma região desabitada entre as cidades de Barcelos, Tefé e Novo Airão. Segundo Marza, um levantamento feito pelo observatório indicou que o terremoto não foi percebido nessas localidades. Apesar da intensidade, pouco comum no Brasil, o pesquisador explica que o evento, aparentemente, não teve a ver com o terremoto que abalou o sudeste Asiático no final de 2004.

De acordo com Marza, dados históricos e instrumentais apontam a Amazônia como uma região “sismotectônica notável no contexto da sismicidade intraplaca brasileira”. O maior sismo da área ocorreu em 5 de agosto de 1983, no município de Codajás, com uma magnitude de 5,5.

O tremor mais forte de que se tem notícia no Brasil ocorreu em janeiro de 1955, na Serra do Tombador (MT), com 6,6 graus na escala Richter.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe