Segunda-feira, 13 dez 2010 - 11h12

Telescópio Hubble passa sobre cidades brasileiras esta noite

Observar os satélites durante a noite é uma tarefa bastante interessante e educativa. Além disso, permite compreender que aquelas luzes que vez por outra cruzam o céu não são óvnis ou extraterrestres nos espionando, mas objetos feitos pelos cientistas que se interessam em observar a Terra e também o espaço.

Passagem do telescópio Hubble sobre São Paulo
Clique para animar

Se as condições meteorológicas permitirem, os moradores das regiões Sudeste e Centro-Oeste poderão apreciar com bastante clareza um desses satélites cruzar o céu na noite dessa segunda-feira. Mas não se trata de um satélite qualquer. Estamos falando do próprio telescópio espacial Hubble, que estará visível para milhões de pessoas que olharem para o céu nesta noite.

Movendo-se a 28 mil km/h, o telescópio espacial poderá ser visto por aproximadamente 10 minutos, tempo mais do que suficiente para acompanhar o objeto com bastante tranquilidade.

A ilustração acima mostra como será a passagem do telescópio espacial sobre São Paulo. Para entender melhor, clique sobre a imagem para anima-la.


Rastreio
O Hubble surgirá acima do horizonte oeste exatamente às 22h34 UTC (20h30 pelo horário de Brasília), mas estará tão baixo que é praticamente impossível de vê-lo. As condições de observação começam a melhorar bastante quando o satélite estiver acima de 20 graus sobre o horizonte. Isso deve acontecer às 20h38. Para quem não está familiarizado, o oeste é o lado onde o Sol se põe.

Um minuto depois, às 20h39, o telescópio espacial estará a 40 graus de elevação e só não verá o artefato quem não quiser. Por ser um equipamento de grande porte e de corpo metálico, o Hubble é bastante brilhante durante a noite. Esse brilho é devido à reflexão dos raios de Sol, que apesar de não estar mais iluminando a cidade nessa hora, ainda brilha fortemente na posição em que o telescópio se encontra.

A partir desse momento o satélite continuará se elevando cada vez mais, até atingir o ponto mais alto no céu, a 67 graus de elevação. Sua aparência será de uma verdadeira estrela cadente cruzando o céu da cidade.

À medida que o satélite se move em direção ao oceano, os raios passam a atingir o telescópio obliquamente e o brilho vai enfraquecendo, até não poder ser mais visto.


Outras cidades
Moradores de outras cidades também poderão observar o Hubble na noite de hoje. No extremo oeste da Região Centro-Oeste o Hubble estará a cerca de 20 graus de elevação a partir das 20h38, No Rio de Janeiro os observadores verão o satélite quase que ao mesmo tempo que em São Paulo, enquanto os observadores do Paraná verão o telescópio no mesmo instante, mas deverão olhar no sentido norte. Em todos os casos, não será difícil observar o Hubble se você estiver numa das três regiões citadas.

No mapa acima, a área mais escura mostra os locais onde já é noite enquanto na região mais clara o sol ainda se faz presente. Em um programa de rastreio, a linha que divide o dia da noite se chama "Greyline ou Terminador.

A linha circular azul é chamada de "footprint" e mostra a extensão territorial que você veria se estivesse a bordo do telescópio. O círculo preto marca centro da cidade de São Paulo.

Para facilitar os observadores de outras cidades, o Apolo11 conta com um aplicativo chamado Satview, e que permite que o interessado possa rastrear diversos satélite em órbita da Terra. Basta selecionar o satélite de interesse e acompanhar o objeto. Clique aqui para acessar o Satview.


Arte: Animação mostra como será a passagem do telescópio espacial Hubble sobre São Paulo na noite de 13 de dezembro de 2010. Crédito: Apolo11.com

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy